Heróis de Tom Clancy se unem para combater o terror

quarta-feira, 7 de abril de 2010 15:42 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O escritor norte-americano de livros de espionagem Tom Clancy vai reunir todos os seus personagens fictícios em um só thriller sobre terrorismo moderno a ser lançado algumas semanas antes do Natal, anunciou na quarta-feira o Grupo Penguin.

O primeiro livro novo do escritor em sete anos, intitulado "Dead or Alive", chegará às livrarias dos EUA e Grã-Bretanha em 7 de dezembro. A G. P. Putman's Son, um selo do grupo Penguin, se responsabilizará pela primeira edição nos Estados Unidos, com tiragem de 1,75 milhão de exemplares.

"Pela primeira vez, Tom Clancy vai reunir todos seus protagonistas principais, incluindo Jack Ryan", disse Ivan Held, presidente da G.P. Putnam's Sons, acrescentando que o romance abrange o último quarto de século dos personagens literários de Clancy. "Eles vão combater o terrorismo moderno".

Clancy, que tem 62 anos e é autor de vários grandes best-sellers, é conhecido sobretudo por seus livros "Patriot Games" e "A Caçada ao Outubro Vermelho", protagonizados pelo ex-fuzileiro naval norte-americano Jack Ryan, que virou analista da CIA. Os dois livros foram transpostos para o cinema em filmes estrelados por Harrison Ford e Alec Baldwin.

Escrito em parceria com o ex-veterano da Marinha dos EUA Grant Blackwood, "Dead or Alive" vai relatar os esforços de Jack Ryan, seu filho e colegas seus em uma organização secreta de contraterrorismo americana para capturar o "Emir", autor intelectual de ataques terroristas contra o Ocidente, segundo a Penguin.

Outros personagens que vão aparecer no livro incluem o católico irlandês-americano John Clark, representado por Willem Dafoe e Liev Schreiber nas adaptações para o cinema dos romances "Clear and Present Danger" (Perigo real e imediato) e "A Soma de Todos os Medos".

(Reportagem de Christine Kearney)