ESTREIA-Comédia "Noite Fora de Série" afirma valor do casamento

quinta-feira, 8 de abril de 2010 13:17 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A comédia "Uma Noite Fora de Série", com estreia em todo o país, tem um grande trunfo a seu favor: os comediantes Steve Carell ("O Virgem de 40 anos") e Tina Fey (da série "30 Rock" e "Meninas Malvadas"). O ponto forte do filme, aliás, é explorar muito bem a química existente entre a dupla e como eles são capazes de estar tão confortáveis -- e engraçados na maior parte do tempo -- em seus papeis.

Phil (Carell) e Claire (Tina) estão casados há muito tempo e sua vida já virou uma grande rotina. Uma vez por semana, jantam fora e a conversa, invariavelmente, acaba se desviando para os problemas da família, ou especulações sobre outros casais que estão no restaurante que sempre frequentam. Quando um casal de amigos (Kristen Wiig e Mark Ruffalo) revela que está se separando, os protagonistas percebem que podem ser os próximos da lista e decidem que está na hora de fazer algo novo.

O passeio noturno da próxima semana não será no mesmo restaurante de bairro e sim num dos mais badalados de Nova York. O fato de não terem reserva é apenas um detalhe facilmente contornado: eles decidem assumir a identidade de um outro casal que fez reserva mas não apareceu -- os Tripplehorn. Claire e Phil só não contavam que essa atitude, aparentemente inocente, daria início a uma série de incidentes para agitar a sua noite -- muito mais do que precisavam.

Dois capangas (Jimmi Simpson e o rapper Common) pedem para acompanhá-los para fora do restaurante. Claire fica mais preocupada em acabar o seu caríssimo risoto e o vinho. Quando ela e o marido percebem que o assunto é realmente sério, é tarde demais. Os Tripplehorn estão sendo procurados por chefões da máfia, sabe-se lá porque, e até Claire e Phill provarem que não são eles, correm risco de vida.

"Uma Noite Fora de Série" se transforma numa correria atrás da outra, com Claire e Phil fugindo da dupla de capangas, que também são da polícia, e tentando achar os verdadeiros Tripplehorn, que possuem um pen drive com informações que a máfia quer. Assim, encontrando o dispositivo, salvam sua pele.

A trama pode até não ser tão criativa, mas a disposição de Carell e Tina a qualquer tipo de comédia, desde verbal até pastelão, garante momentos engraçados do filme, que só perde pontos com a direção displicente de Shawn Levy ("Uma Noite no Museu", "A Pantera Cor-de-Rosa"), que confunde correria com humor.

Na sua árdua luta para provar que não são os Tripplehorn, Claire e Phil cruzam com um agente de segurança descamisado (Mark Wahlberg, de "Os Donos da Noite"), um casal de junkies (Mila Kunis e James Franco) e um chefão da máfia (Ray Liotta).

"Uma Noite Fora de Série" é mais um filme num subgênero sobre casais entediados que buscam algo diferente para agitar -- às vezes até demais -- sua relação. Foi assim com "Sr. e Sra Smith" (2005), a animação "Os Incríveis" (2004) e "True Lies" (1994).

Em todos eles, uma certeza: o casamento balança, o relacionamento fica por um fio, mas, no final, os valores familiares são reafirmados. Ou seja, depois de passar por uma tempestade, o marido e a mulher percebem que não podem viver um sem o outro.

(Por Alysson Oliveira, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

 
<p>Ator Steve Carell comparece &agrave; estreia de "Uma Noite Fora de S&eacute;rie" em Nova York. A com&eacute;dia conta com os comediantes Steve Carell e Tina Fey e explora muito bem a qu&iacute;mica existente entre a dupla. 06/04/2010 REUTERS/Jessica Rinaldi</p>