Hollywood se rende aos jovens talentos

quinta-feira, 15 de abril de 2010 13:44 BRT
 

Por Borys Kit

LOS ANGELES (Hollywood Reporter) - Quem disse que os jovens não sabem dar valor à juventude? No momento em que Hollywood se prepara para rodar quase uma dúzia de filmes voltados ao público de menos de 25 anos, os atores e atrizes jovens estão no topo das listas de buscas dos diretores de elenco.

A DreamWorks está escolhendo o elenco de "I Am Number Four", baseado no livro do mesmo título de James Frey e Jobie Hughes, uma aventura de ficção científica para o público adulto jovem. O papel-título, de um teen extraterrestre que estuda num colégio americano, já foi confiado a Alex Pettyfer, de 20 anos. E o estúdio e o diretor D.J. Caruso estão procurando os atores que farão os outros alunos do colégio. As filmagens começam em maio.

Enquanto isso, Andrew Niccol está "reunindo-se com todo o mundo" para seu filme de ficção científica "I'm Mortal", em que adultos e teens parecem idênticos em um mundo em que ninguém aparenta ter mais de 21 anos.

Hollywood sempre teve obsessão pela juventude, mas o interesse por filmes voltados ao público teen tende a ser cíclico, com títulos como "American Pie" e "Pânico" chegando e depois desaparecendo do radar. A demanda atual e intensificada por rostos novos pode ser atribuída a vários fatores, exemplificados por dois filmes: "Crepúsculo" e "Se Beber, Não Case", embora este último não tenha relação com teens.

O sucesso de "Crepúsculo" convenceu os estúdios de que filmes estrelados por atores jovens e desconhecidos podem funcionar em qualquer gênero, não apenas no gênero do romance gótico -- se o elenco for bem escolhido e se a divulgação for feita com inteligência.

"Quebrando Tudo", da Lionsgate, é uma adaptação de história em quadrinhos que pode testar essa premissa quando fizer sua estreia, na sexta-feira. É um dos filmes mais comentados do ano, apesar de seu elenco ser encabeçado por dois atores novatos: o britânico Aaron Johnson, de 20 anos, e Chloe Moretz, 13.

Enquanto isso, Bryan Singer está à procura de um ator jovem para protagonizar "Jack the Giant Killer", sua potencial franquia na New Line, e David Chase está procurando homens de 17 a 22 anos para representar roqueiros em "The Twilight Zones", seu projeto para a Paramount sobre uma banda de Nova Jersey que tenta fazer sucesso nos anos 1960.

No front feminino, agentes estão procurando atrizes para "The Help", filme da DreamWorks ambientado no Mississippi nos anos 1960, sobre mulheres brancas de idade universitária e suas empregadas negras. "Toda garota jovem em Hollywood quer estar neste filme", disse um agente que trabalha com essa faixa etária.   Continuação...