"Fela!" e "Gaiola das Loucas" lideram indicações ao Tony

quarta-feira, 5 de maio de 2010 12:01 BRT
 

Por Christine Kearney

NOVA YORK (Reuters) - "Fela!", um musical dançado que conta a história do pioneiro nigeriano do afrobeat Fela Kuti, e um revival do musical "La Cage Aux Folles" (Gaiola das Loucas) lideraram as indicações para os Tony Awards, os mais importantes prêmios teatrais da Broadway.

Os dois musicais receberam 11 indicações cada, sendo seguidos pelo revival da peça de August Wilson "Fences", que teve dez indicações. Denzel Washington e Viola Davis, que representam em "Fences" um casal que enfrenta dificuldades com as relações raciais nos EUA, foram indicados por seus papéis de protagonistas.

Em comunicado à imprensa, Denzel Washington disse que retornar à Broadway "é como voltar para casa, para mim", e que compartilhar uma indicação ao Tony "faz isso parecer um grande reencontro familiar."

"La Cage Aux Folles" tem Kelsey Grammer e o veterano ator de teatro britânico Douglas Hodge, ambos indicados ao Tony de ator principal em um musical por seus papéis de casal gay que enfrenta o casamento iminente de seu filho. Sahr Ngaujah, de "Fela!", foi indicado na mesma categoria.

Outros astros de Hollywood indicados aos Tony, que cobrem apenas produções da Broadway, incluem Jude Law, por "Hamlet", e Christopher Walken, pela peça bizarra "A Behanding in Spokane", do dramaturgo britânico Martin McDonagh.

Catherine Zeta-Jones disse que "não poderia imaginar uma maneira melhor de fazer minha estreia na Broadway" que ser indicada ao Tony de melhor atriz principal em um musical por "A Little Night Music". Os atores Liev Schreiber e Scarlett Johansson também foram indicados por seus papéis em um revival de "A View From the Bridge", de Arthur Miller.

"Memphis", um musical novo que se debruça sobre as raízes do rock-and-roll, recebeu oito indicações, e o revival musical "Ragtime", sete.

Depois de vir de uma temporada em Londres, "Red", sobre o artista abstrato Mark Rothko, recebeu sete indicações, incluindo uma para o ator britânico Alfred Molina.   Continuação...