Hollywood espera outro verão de 4 bilhões de dólares no cinema

quinta-feira, 6 de maio de 2010 13:07 BRT
 

Por Bob Tourtellotte

LOS ANGELES (Reuters) - Quatro bilhões de dólares em quatro meses, por quatro anos consecutivos. São cifras que poderiam fazer o ego de Tony Stark, o "Homem de Ferro", inchar ainda mais.

Mas os 4 bilhões de dólares são o que os estúdios de Hollywood esperam recolher nas bilheterias em sua lucrativa temporada do verão americano, que começa nesta sexta, dando início a quatro meses seguidos de alguns dos maiores filmes e maiores astros e estrelas do ano.

O espetáculo vai começar com "Homem de Ferro 2", sobre o bilionário da indústria da defesa Tony Stark (Robert Downey Jr.), que fabrica uma roupa de ultra-alta tecnologia que também faz as vezes de arma. Este será seguido por quase 100 outros filmes, incluindo remakes dos títulos dos anos 1980 "Karatê Kid" e "Esquadrão Classe A".

Antes da temporada terminar, em setembro, Tom Cruise e Cameron Diaz terão combatido o mal em "Encontro Explosivo", Russell Crowe terá roubado dos ricos para dar aos pobres em "Robin Hood", as amigas de "Sex and the City 2" terão ido fazer compras em Dubai, e Jake Gyllenhaal terá brandido uma espada poderosa no filme de ação de Jerry Bruckheimer "Príncipe da Pérsia - As Areias do Tempo".

"Quando você pensa sobre como Bruckheimer trabalha, ele sabe que um filme de sucesso, como este, precisa focar uma história realmente bem-sucedida", disse Gyllenhaal à Reuters, falando do produtor dos filmes "Piratas do Caribe".

Mas nos últimos anos as vendas de ingressos no verão foram reforçadas por filmes de ação e aventura. O No. 1 das bilheterias do verão americano passado, "Transformers - A Vingança dos Derrotados", ajudou a elevar as vendas da temporada em 2009 para quase 4,2 bilhões de dólares.

Paul Dergarabedian, do site Hollywood.com, acredita que as bilheterias deste ano vão superar essa cifra, ajudadas por nove sequências e sete filmes em 3D, incluindo "Shrek Para Sempre" e "Toy Story 3."

"Com o componente do 3D, podemos ter outro verão recordista em vendas", disse ele.   Continuação...