Obras de Diego Rivera são oferecidas em leilão latino-americano

quinta-feira, 13 de maio de 2010 16:06 BRT
 

Por Karina Ioffee

NOVA YORK (Reuters) - Uma pintura do artista mexicano Diego Rivera que não era vista em público havia mais de 50 anos, além de obras de alguns dos maiores artistas latino-americanos, serão oferecidos em leilão este mês.

Realizado pela casa Sotheby's, o leilão vai incluir 245 peças, entre elas "Sur Les Traces", de Wilfredo Lam, que pode render até 1,8 milhão de dólares, e "A Provação de Owain", da pintora britânica Leonora Carrington, hoje residente no México. O valor de venda da tela é estimado entre 600 mil e 800 mil dólares.

"As obras selecionadas para o leilão são de muito alta qualidade, incluindo uma seção surrealista fantástica", comentou Carmen Melian, diretora de arte latino-americana na Sotheby's, acrescentando que a Sotheby's é a primeira casa de leilões a começar a vender arte dessa região.

Os especialistas acreditam que o mercado de arte latino-americana pode beneficiar-se dos leilões de arte recentes, que marcaram recordes e assinalaram o ressurgimento deste mercado, após um período de baixa que durou 18 meses.

A tela de pop art "Flag", de Jasper Johns, de uma coleção que pertenceu ao escritor Michael Crichton, foi vendida na terça-feira pelo valor recorde de 28,64 milhões de dólares.

Neste mês, "Nu, Folhas Verdes e Busto", de Picasso, foi arrematado por mais de 106 milhões de dólares em leilão da Christie's, marcando um recorde para obras de arte vendidas em leilões.

Melian disse que alguns países da América Latina, como Brasil, Peru e Chile, estão contrariando a tendência econômica prevalecente - ou seja, que compradores potenciais estariam dispostos a gastar.

"Cinquenta por cento de nossos compradores são da América Latina e estão em condições de fazer gastos eletivos", ela explicou.   Continuação...