Sequência de "Sex and the City" leva quarteto ao Oriente Médio

quinta-feira, 20 de maio de 2010 18:14 BRT
 

Por Christine Kearney

NOVA YORK (Reuters) - Bebidas, linguagem apimentada e roupas sexy são o alicerce de "Sex and the City" e agora o novo filme da franquia transfere as quatro protagonistas de Nova York para o Oriente Médio.

O filme da protagonista Carrie Bradshaw e suas companheiras --Miranda, Charlotte e a promíscua Samantha-- tenta ser respeitoso e recatado, mas os responsáveis pelo filme admitem que, mantendo suas características, elas às vezes falham.

Samantha, interpretada por Kim Cattrall, fica em uma saia justa por beijar em público. O filme faz piadas sobre as mulheres em burcas e tem fofoca sobre se um mordomo no Oriente Médio é gay.

O diretor do filme, Michael Patrick King, disse que a ideia foi manter o comportamento normal das personagens, estejam elas em Abu Dhabi ou Nova York.

"A realidade é que Samantha Jones é ultrajante por onde passa, seja no Starbucks ... ou em Abu Dhabi", disse ele. "Ela é uma pessoa sem remorsos".

Embora os aspectos do filme, que estreia nos Estados Unidos na próxima semana, possam causar controvérsia em alguns círculos do Oriente Médio, o filme não deve ser exibido lá. A distribuidora Warner Bros afirmou que não tem planos para lançar o filme em qualquer país do Oriente Médio.

Jessica Zacholl, porta-voz da Warner Bros, observou que o filme original de "Sex and the City" e muitos filmes da Warner também não são exibidos lá.

(Reportagem adicional de Gemma Haines)

 
<p>Atrizes do programa "Sex and the City" ap&oacute;s receberem Pr&ecirc;mio ShoWest Ensemble Award em Las Vegas. O novo filme da franquia transfere as quatro protagonistas de Nova York para o Oriente M&eacute;dio. 18/03/2010 REUTERS/Steve Marcus</p>