Berlusconi diz ter chegado a acordo de divórcio

segunda-feira, 24 de maio de 2010 15:10 BRT
 

ROMA (Reuters) - O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, chegou a um acordo de separação com sua ex-mulher Veronica, que receberá pensão de 300 mil euros por mês, disse ele em uma entrevista para um livro.

Veronica Lario pediu divórcio há um ano depois de acusar o líder conservador de 73 anos de se relacionar com uma menina de 17 anos.

Ela inicialmente pediu uma pensão mensal de 3,5 milhões de euros, mas reduziu sua demanda depois que Berlusconi concordou em deixá-la ficar com uma vila de luxo próximo a Milão e pagar pelos 20 funcionários da casa.

Segundo trechos divulgados na segunda-feira de uma entrevista para um livro que chegará às lojas nesta semana, Berlusconi disse estar triste com o divórcio, mas que o acordo parecia justo.

"Veronica é uma mulher que tem cuidado com o dinheiro, e todos os seus bens (100 milhões de euros) irão para os nossos filhos", disse Berlusconi.

Veronica, 53 anos, anunciou a intenção de começar o processo de divórcio contra o magnata bilionário e político em maio do ano passado, depois de ser divulgado que ele teria comparecido a uma festa de aniversário de 18 anos de uma aspirante a modelo em Nápoles.

Ela disse que não poderia mais continuar com um homem "que frequentava menores".

(Reportagem de Silvia Aloisi)

 
<p>O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, chega ao Conselho Europeu em foto de 7 de maio de 2010, em Bruxelas. Berlusconi, chegou a um acordo de separa&ccedil;&atilde;o com sua ex-mulher Veronica, que receber&aacute; pens&atilde;o de 300 mil euros por m&ecirc;s, disse ele em uma entrevista para um livro. REUTERS/Yves Herman</p>