ESTREIA-"Em teu Nome" conta a história de ex-presos políticos

quinta-feira, 27 de maio de 2010 12:34 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O diretor gaúcho Paulo Nascimento ("A Casa Verde", "Valsa para Bruno Stein") lança nesta sexta-feira no país seu quarto longa-metragem, "Em teu Nome", no qual aborda a participação de um grupo de brasileiros na luta armada contra o regime militar. Exilados em vários países, eles acabaram retornando em 1979, beneficiados pela anistia.

O personagem principal é o estudante de engenharia João Carlos Bona Garcia (interpretado por Leonardo Machado, de "3 Efes", e que recentemente participou da novela "Viver a Vida"), um jovem idealista que acaba aderindo à luta armada, mesmo sem estar convencido totalmente da opção. Na verdade, ele não está nada convencido, mas segue a voz da maioria.

O filme é bem didático e procura dar um panorama do ambiente político que propiciou a luta armada e a feroz repressão do regime militar, após a decretação do Ato Institucional n 5 (AI-5).

O grupo de Bona, que militava na Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), acabou beneficiado pelo sequestro do embaixador suíço Giovanni Enrico Bucher, praticado por Carlos Lamarca. Eles estavam presos e foram trocados pela libertação do diplomata.

Nascimento mostra a difícil adaptação dos brasileiros no exílio no Chile, Argélia e França, e a completa desestruturação de alguns militantes, como a personagem interpretada por Sílvia Buarque, que acaba não suportando as seqüelas psicológicas das sessões de tortura a que foi submetida.

O filme, premiado com quatro Kikitos no Festival de Gramado de 2009, incluindo melhor direção para Paulo Nascimento, estreia após a polêmica decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que não revogou a anistia para os agentes do governo acusados de terem praticado torturas durante a ditadura. É um bom momento para trazer a discussão à tona.

(Luiz Vita, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb