Hemorragia cerebral mata ator Gary Coleman aos 42 anos

sexta-feira, 28 de maio de 2010 19:15 BRT
 

Por Bob Tourtellotte

LOS ANGELES (Reuters) - O ex-astro infantil Gary Coleman, que ficou famoso com o seriado "Minha Família é uma Bagunça" (1978-86), mas enfrentou problemas pessoais na vida adulta, morreu nesta sexta-feira em um hospital de Utah aos 42 anos, vítima de uma hemorragia cerebral.

Arnold Jackson, o personagem que o tornou conhecido, era o herdeiro adotado e falastrão de uma rica família de Nova York. Seu bordão "Do que você está falando, Willis?", dirigido ao irmão, virou mania na época.

Quando a série saiu do ar, a carreira de Coleman desandou, e ele passou a enfrentar problemas financeiros, jurídicos e domésticos.

John Alcantar, agente dele, disse em nota que o ator faleceu "rápida e pacificamente" após o desligamento dos aparelhos, cercado pela esposa e por parentes.

Coleman, que sofria de uma doença renal congênita que afetou seu crescimento, foi internado na noite de quarta-feira após sofrer uma hemorragia cerebral na sua casa, em Santaquin, Utah. A imprensa disse que ele caiu e bateu a cabeça.

Na quinta-feira à tarde, seu quadro se agravou. Ele perdeu a consciência e foi colocado sob auxílio de aparelhos.

Nascido em 8 de fevereiro de 1968 em Zion, Illinois, Coleman era filho adotivo e, por causa de uma doença autoimune chamada glomeruloescrelose segmental focal, cresceu apenas até 1,42 metros e precisou de dois transplantes de rins ao longo da vida.

Por causa da altura, ele pôde continuar fazendo papel de criança em "Minha Família é uma Bagunça" até os 18 anos, período em que ganhou milhões de dólares. O canal a cabo VH1 certa vez o escolheu como maior astro infantil da TV dos EUA.   Continuação...

 
<p>Ator Gary Coleman fala em entrevista na televis&atilde;o em Los Angeles em 2003. O ex-astro infantil morreu nesta sexta-feira em um hospital de Utah aos 42 anos, v&iacute;tima de uma hemorragia cerebral. 13/08/2003 REUTERS/Fred Prouser/Arquivo</p>