Robert Redford critica petrolíferas e políticos por vazamento

sexta-feira, 4 de junho de 2010 18:23 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O ator e ambientalista Robert Redford condenou os esforços de grandes empresas energéticas para promover suas credenciais ambientais e usar seu dinheiro para influenciar "seus papagaios no Congresso" ao falar sobre a crise do vazamento petrolífero nos Estados Unidos.

Em um vídeo de cinco minutos divulgado no YouTube e produzido pelo Conselho de Defesa dos Recursos Naturais (NRDC), Redford disse que o pior vazamento de óleo da história dos EUA deve servir de lição para os americanos para que se afastem da dependência do petróleo e busquem fontes alternativas de energia, como a energia solar e dos ventos.

"Acho que é hora de o povo americano tomar conta de seu próprio meio de vida e dizer 'vamos pôr fim a isso e passar para uma política energética limpa'", diz o astro de "Entre Dois Amores" no vídeo "The Fix", lançado na quinta-feira.

Redford, 73, que é um dos curadores do NRDC, disse que as campanhas de publicidade "verde" da BP e o slogan "Energia Humana", da Chevron, lhe dão "vontade de vomitar".

Em um vídeo que inclui fotos e imagens de TV do vazamento que se arrasta há seis semanas no Golfo do México, o diretor premiado com o Oscar acusou as grandes empresas petrolíferas de estarem em conluio com políticos americanos.

Ele exortou os americanos a "pararem de dar ouvidos à propaganda de interesse próprio das petrolíferas e seus papagaios no Congresso".

O vídeo foi lançado no momento em que a BP começou a capturar parte dos estimados 19 mil barris de óleo por dia que vêm vazando no mar desde 20 de abril. A gigante petrolífera britânica já disse que não prevê poder parar o vazamento por completo antes de agosto.

A mancha de óleo já atingiu as costas de Louisiana, Mississippi e Alabama, obrigando ao fechamento de algumas áreas pesqueiras e matando centenas de aves, tartarugas e golfinhos. Na sexta-feira o óleo começou a chegar às praias da Flórida.

Redford, cujo pai foi contador da antiga gigante petrolífera Standard Oil, disse que trabalhou em campos petrolíferos quando era adolescente.   Continuação...

 
<p>O ator Robert Redford acusou os lobistas da id&uacute;stria petroleira de usar seu dinheiro para influenciar "seus papagaios no Congresso". 05/10/2009 REUTERS/Lucas Jackson</p>