Ex-mulher de Gary Coleman diz que o achou em piscina de sangue

segunda-feira, 7 de junho de 2010 15:35 BRT
 

NOVA YORK (Reuters Life!) - A ex-mulher do ator de "Arnold" Gary Coleman, que morreu mais de uma semana atrás após sofrer uma hemorragia cerebral, disse que o encontrou numa "piscina de sangue" na casa deles.

Shannon Price disse, em entrevista ao programa de televisão norte-americano "Good Morning America" exibido na segunda-feira, que Coleman, de 42 anos, havia desaparecido no andar de baixo na casa deles em Sataquin, Utah, antes de ser levado às pressas ao hospital.

"Eu pedi a ele para que me preparasse alguma comida, ele desceu e eu ouvi um barulho forte. Corri para baixo e o encontrei caído numa piscina de sangue", disse ela numa entrevista.

Price também afirmou que o casal era divorciado, mas pretendia voltar a se casar e tinha dificuldades com problemas de saúde e financeiros.

"Tínhamos muitas diferenças, mas nos amávamos", disse ela.

Depois que Coleman foi levado ao hospital, Price disse que os médicos a aconselharam que "o melhor para ele" seria desligar a máquina que o mantinha vivo no Utah Valley Regional Medical Center.

Nos últimos anos, tanto Coleman quanto Price foram detidos por conduta indecorosa após brigarem, de acordo com reportagens da mídia local.

Em janeiro, Coleman foi preso em Utah sob a acusação de violência doméstica. Ele e Price se divorciaram em sigilo em 2008, mas Price afirmou que eles estavam prestes a renovar seus votos.

 
<p>Ator Gary Coleman durante entrevista na televis&atilde;o em Los Angeles em 2003. A ex-mulher do ator de "Arnold" Gary Coleman, que morreu mais de uma semana atr&aacute;s ap&oacute;s sofrer uma hemorragia cerebral, disse que o encontrou numa "piscina de sangue" na casa deles. 13/08/2003 REUTERS/Fred Prouser/Arquivo</p>