Lula lamenta morte de Saramago e exalta valorização do português

sexta-feira, 18 de junho de 2010 18:04 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou nesta sexta-feira a morte do escritor José Saramago, único Nobel da Língua Portuguesa, e exaltou a importância do autor para a valorização do idioma.

Saramago morreu aos 87 anos na sua casa, em Lanzarote, nas Ilhas Canárias (Espanha), vítima de falência múltipla dos órgãos, após uma prolongada doença.

"José Saramago contribuiu de maneira decisiva para valorizar a língua portuguesa", afirmou o presidente em nota divulgada pelo Palácio do Planalto.

"Neste momento de dor, quero me solidarizar, em nome dos brasileiros, com toda a nação portuguesa pela perda de seu filho ilustre."

Entre as obras mais conhecidas de Saramago, destacam-se "O Ano da Morte de Ricardo Reis", "O Evangelho Segundo Jesus Cristo" e "Ensaio sobre a Cegueira", que chegou aos cinemas pelas mãos do diretor brasileiro Fernando Meirelles.

(Por Hugo Bachega)