21 de Junho de 2010 / às 16:13 / 7 anos atrás

Ex-guarda-costas de Michael Jackson desiste de ação por calúnia

LONDRES (Reuters) - Um ex-guarda-costas de Michael Jackson desistiu do processo por calúnia que estava movendo contra a emissora britânica Channel 4 por esta ter declarado que ele "traiu" a família do cantor, informou a emissora na segunda-feira.

Matt Fiddes processou a emissora por um programa de 2008 intitulado "The Jacksons Are Coming" que acompanhou Tito, um dos irmãos de Michael, e sua família na busca para comprar uma casa em Devon, no sudoeste da Inglaterra.

De acordo com a Channel 4, o programa mostrou a deterioração da relação entre os Jackson e Fiddes, que "traiu a confiança deles ao vazar informações para a imprensa contra a vontade deles".

Tito, sua mãe, Katherine, e outros membros da família Jackson deram declarações confirmando o teor do documentário e deveriam depor durante o julgamento do caso, que começaria na segunda-feira na Alta Corte de Londres.

"A Channel 4 está satisfeita porque a ação destituída de mérito foi revogada", disse em comunicado à imprensa o diretor da emissora, Julian Bellamy.

"Este caso ilustra o efeito negativo que as custas legais exorbitantes de ações por difamação do tipo CFA ('sem vitória, sem honorários') têm sobre a liberdade de expressão das emissoras."

"A ação foi falha desde o início, e o fato de que o querelante pôde gastar o tempo valioso da corte e os recursos dos réus por tanto tempo constitui uma crítica contundente ao sistema atual das ações por difamação no Reino Unido."

Fora do tribunal, Bellamy disse a jornalistas que a Channel 4 não vai pagar indenização alguma a Fiddes nem pagar suas custas legais, estimadas em 1,3 milhão de libras.

De acordo com a Press Association, a Channel 4 tampouco vai processar Fiddes para tentar recuperar suas próprias custas judiciais, de 1,7 milhão de libras.

Em comunicado, Katherine Jackson, mãe do popstar morto há pouco menos de um ano, disse que Fiddes "nos decepcionou profundamente."

"Ele tentou nos usar para vantagem própria, e, quando as coisas não saíram como queria, comportou-se mal."

"Fiddes tentou fazer de conta que era amigo íntimo de meu filho Michael, mas, quando falei com Michael a seu respeito, Michael não se recordava dele. A família inteira ficou profundamente incomodada com as entrevistas que ele deu logo após a morte de Michael, coisa que amigo algum teria feito."

Reportagem de Mike Collett-White

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below