Austríaca sequestrada por 8 anos lança memórias em setembro

terça-feira, 22 de junho de 2010 13:16 BRT
 

VIENA (Reuters Life!) - A austríaca Natascha Kampusch vai relatar a história dos oito anos que passou presa em uma cela subterrânea em um livro de memórias que será lançado em setembro, informou um jornal na terça-feira.

O livro de 220 páginas, intitulado "3.096 Dias", será publicado em alemão em 8 de setembro, segundo o jornal austríaco Oesterreich e uma listagem na livraria online Amazon.

Kampusch, que está com 22 anos, fez manchetes em todo o mundo ao escapar de seu captor, Wolfgang Priklopil, em 2006. Priklopil suicidou-se horas mais tarde.

"É verdade que Kampusch está escrevendo sua autobiografia. É isso o que mais a está ocupando no momento", disse ao jornal o porta-voz dela, Wolfgang Brunner.

Kampusch, que desde sua fuga apresentou seu próprio talk show e fez várias aparições cuidadosamente planejadas diante da mídia, também está trabalhando sobre um filme sobre sua história, com lançamento previsto para 2012.

A Áustria voltou a ficar em estado de choque com um escândalo de abuso em 2008, quando veio à tona que Josef Fritzl mantivera sua filha Elisabeth presa em um porão por 24 anos e tivera sete filhos com ela. Fritzl está cumprindo pena vitalícia.

A mídia austríaca informou que tanto Elisabeth quanto seu pai também estão redigindo as histórias de suas vidas.

(Reportagem de Sylvia Westall)

 
<p>V&iacute;tima de sequestro Natascha Kampusch deixa o tribunal depois de depor em Graz, &Aacute;ustria, em 2008. Kampusch vai relatar a hist&oacute;ria dos oito anos que passou presa em uma cela subterr&acirc;nea em um livro de mem&oacute;rias que ser&aacute; lan&ccedil;ado em setembro. 15/05/2008 REUTERS/Heinz-Peter Bader</p>