Astro de "Guerra ao Terror" enfrenta campo minado no Afeganistão

segunda-feira, 28 de junho de 2010 15:10 BRT
 

Por Jonathon Burch

BAGRAM, Afeganistão (Reuters) - Conhecido por desativar bombas no Iraque no filme premiado com o Oscar "Guerra ao Terror", o ator Jeremy Renner no domingo enfrentou um campo minado real no Afeganistão, para chamar a atenção para o trabalho incansável de desativação de minas que continuam a matar e mutilar pessoas, anos depois de serem plantadas.

Apesar dos anos de esforços para desenterrar e desativar minas plantadas durante décadas de guerra civil e ocupação soviética, mais de 650 quilômetros quadrados de território do Afeganistão ainda são considerados campos minados ativos.

Embora tenha havido uma queda significativa em 2009, nos últimos 30 anos milhares de afegãos foram mortos ou feridos por minas ou restos de explosivos de guerra, muitos deles tendo perdido pernas ou braços ou sofrido lesões graves.

Para enfatizar a escala do problema, Renner, 39 anos, uniu-se às Nações Unidas no Afeganistão esta semana, visitando uma equipe de desativadores de bombas afegãos em ação ao norte da capital, Cabul.

"É uma coisa tremenda", disse ele à Reuters durante sua visita a um campo minado em Bagram, a aproximadamente 100 quilômetros ao norte de Cabul.

"Ver esses caras em ação em primeira mão é um presente para mim", disse ele. "Acho que não há muitas pessoas em minha posição - sou apenas um ator bobo - que têm a oportunidade de vir para o Afeganistão em tempo de guerra e ter essa experiência em primeira mão."

"Guerra ao Terror", que recebeu seis Oscars este ano, incluindo o de melhor filme, acompanha um grupo de elite de soldados que desativam bombas nas ruas do Iraque.

Um dos personagens centrais é o de Renner, o sargento William James, um rebelde insensato. Em uma cena, ele tira suas roupas protetoras, apesar dos protestos de seus colegas, antes de desativar uma bomba.   Continuação...

 
<p>Jeremy Renner (esq), astro do filme vencedor de Oscar "Guerra ao Terror" fala com especialistas em desativar bombas em Bagram, ao norte de Cabul. Renner enfrentou um campo minado real no Afeganist&atilde;o, para chamar a aten&ccedil;&atilde;o para o trabalho incans&aacute;vel de desativa&ccedil;&atilde;o de minas que continuam a matar e mutilar pessoas. 27/06/2010 REUTERS/Jonathon Burch</p>