Rapper Lil Wayne ganha liberdade provisória por posse de drogas

quarta-feira, 30 de junho de 2010 17:03 BRT
 

PHOENIX (Reuters) - O rapper Lil Wayne, que já está cumprindo um ano de prisão em Nova York por um crime relacionado a armas, foi sentenciado nesta quarta-feira no Estado do Arizona a três anos de liberdade provisória por posse de drogas.

Lil Wayne, cujo nome real é Dwayne Michael Carter Jr., foi poupado de cumprir pena em uma prisão do Arizona graças a um acordo judicial relacionado à sua prisão, em janeiro de 2008, em um posto da Patrulha de Fronteira dos Estados Unidos nesse Estado.

Pelo acordo, o rapper de 30 anos, ganhador de Grammy, confessou-se culpado de posse de uma droga perigosa, sendo arquivadas três outras acusações de posse de drogas e armas.

Wayne compareceu ao tribunal por meio de videoconferência desde Nova York, onde está preso desde março, depois de confessar-se culpado de tentativa de posse criminosa de uma arma.

Seu advogado no Arizona, James Tilson, disse que ficou satisfeito com a ação do tribunal.

"Ficamos satisfeitos por termos podido resolver tudo", disse Tilson à Reuters. "Foi um acordo favorável que permitirá que Carter leve adiante sua carreira."

Carter vai iniciar sua liberdade provisória no Arizona depois de cumprir a sentença em Nova York, disse Tilson.

O álbum "Tha Carter III", do rapper, foi o lançamento mais vendido nos Estados Unidos em 2008 e lhe valeu o Grammy de melhor álbum de rap e três outros prêmios na entrega dos Grammy de 2009.

Seu álbum "Rebirth" foi lançado em 2 de fevereiro, após atrasos e críticas principalmente negativas.

 
<p>Rapper Lil Wayne, 27 anos, chega &agrave; Suprema Corte de Nova York no dia 8 de mar&ccedil;o. Lil Wayne, que j&aacute; est&aacute; cumprindo um ano de pris&atilde;o por um crime relacionado a armas, foi sentenciado nesta quarta-feira no Estado do Arizona a tr&ecirc;s anos de liberdade provis&oacute;ria por posse de drogas. 08/03/2010 REUTERS/Mike Segar</p>