Phil Collins leva entusiasmo de Motown a Montreux

sexta-feira, 2 de julho de 2010 12:13 BRT
 

Por Stephanie Nebehay

MONTREUX (Reuters Life!) - Phil Collins trouxe Motown ao Festival de Jazz de Montreux, oferecendo a uma plateia lotada uma prévia de seu novo álbum com clássicos de sucessos dos anos 1960 de artistas lendários como Steve Wonder, os Supremes e Smokey Robinson.

O vencedor de oito prêmios Grammy, que tem uma carreira musical de 40 anos, estava acompanhado por 18 músicos e cantores em uma homenagem nostálgica, na noite de quinta-feira, à gravadora de R&B, soul e pop de Detroit.

O show exclusivo na Europa, "Up Close & Personal: Phil Collins Plays '60s Motown and Soul", deu um gostinho ao público do material que virá em "Going Back", seu primeiro álbum em oito anos, antes de seu lançamento previsto para setembro.

O ex-baterista do Genesis e seis vocalistas vestidos de roxo cantaram grandes sucessos como "You Can't Hurry Love" (The Supremes), "Uptight" (Wonder), "Papa Was a Rolling Stone" (The Temptations), "My Girl" e "Get Ready" (Robinson).

Três cantoras assumiram o centro do palco, no estilo Supremes, para uma interpretação deslumbrante de "Heatwave", antigo sucesso de Martha Reeves and the Vandellas.

"A verdade é que dois anos atrás eu decidi que eu queria fazer um álbum de músicas com as quais eu cresci durante a adolescência. Todas essas músicas são como uma trilha sonora da minha vida", disse o britânico de 59 anos, em sua sexta aparição no auditório Stravinski, na margem do lago de Genebra.

O 44o Festival de Jazz de Montreux, que acontece até o dia 17 de julho, começará oficialmente nesta sexta-feira com a participação dos roqueiros britânicos do Roxy Music, depois de 37 anos, e a norte-americana Norah Jones no sábado.

Collins entrou para o Hall da Fama do Rock and Roll em março junto com outros ex-membros do grupo de rock britânico Genesis, incluindo Peter Gabriel, que foi substituído por Colins como vocalista.

Phil Collins, que se tornou avô recentemente, tem enfrentado problemas de saúde e não tentou tocar a bateria ou o teclado na quinta-feira.

Além de ter perdido a audição no seu ouvido direito há quase uma década por uma infecção viral, suas mãos foram duramente afetadas por uma lesão crônica na coluna.

 
<p>Phil Collins se apresenta no show "Up Close &amp; Personal: Phil Collins Plays '60s Motown and Soul" no 44o Festival de Jazz de Montreux. 01/07/2010 REUTERS/Denis Balibouse</p>