Pamplona vibra como início da festa de San Fermín

terça-feira, 6 de julho de 2010 11:47 BRT
 

MADRI (Reuters) - Um mar de lenços vermelhos recebeu na terça-feira com ar festivo o lançamento desde a sacada da Prefeitura de Pamplona do foguete anunciando o início das festas de San Fermín (São Firmino), nove dias de espetáculos com touros, música, bebida e comida.

Os festejos tradicionais em Pamplona, situada no norte da Espanha, são acompanhados igualmente por espanhóis e estrangeiros vindos do outro lado do mundo.

Este ano a honra de acender a mecha do foguete, cujo som se assemelha à arrancada de um avião, foi do Conjunto de Gigantes e Cabeçudos, na praça Consistorial, na presença de 12.500 pessoas - segundo a prefeitura - que soltaram os gritos habituais de "Viva San Fermín!"

Depois da inauguração, milhares de espectadores amarraram lenços vermelhos em seus pescoços. Trata-se do figurino tradicional de uma das festas imortalizadas pelo escritor americano Ernest Hemingway.

Na manhã da quarta-feira será celebrada a primeira das tradicionais corridas, o ato principal e momento mais tradicional da festa, conhecida como Sanfermines, em que centenas de homens de todo o mundo correm diante de touros pelas ruas da capital Navarra até chegar à praça de touros da cidade.

A transmissão da corrida ao vivo pela televisão acentuou a tradição e trouxe consigo uma massificação perigosa.

É proibida a participação de menores de idade ou pessoas sob efeito de álcool nesse evento arriscado, em que, no ano passado, um jovem de Madri morreu depois de levar uma chifrada no pescoço.

As corridas serão celebradas todas as manhãs até 14 de julho, quando é comemorado o oitavo e último dia da festa. Entre uma corrida e outra, os espectadores poderão assistir a concertos, espetáculos e festas públicas em homenagem ao santo padroeiro da cidade.

(Reportagem de Blanca Rodríguez)

 
<p>Multid&atilde;o marca in&iacute;cio das festas de San Ferm&iacute;n (S&atilde;o Firmino), em Pamplona, com nove dias de espet&aacute;culos com touros, m&uacute;sica, bebida e comida. 06/07/2010 REUTERS/Vincent West</p>