Grammy muda regras após gafes com Lady Gaga

quinta-feira, 8 de julho de 2010 09:48 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O Grammy está fazendo o melhor para consertar uma das gafes mais graves dos últimos anos.

O grupo por trás da maior cerimônia de premiação da indústria musical disse nesta quarta-feira que mudaria as regras de elegibilidade para a cobiçada categoria de artista revelação para que uma artista como Lady Gaga não seja excluída novamente.

Apesar de a cantora de dance/pop de sucesso ser claramente a maior revelação a emergir no cenário musical no ano passado, ela foi considerada inelegível por ter sido indicada no ano anterior em outra categoria.

Agora, a Recording Academy decidiu que uma indicação anterior -- mas não uma vitória -- não impedirá uma indicação na categoria de artista revelação. É uma afirmação da crescente tendência onde o artista lança um single muito antes do lançamento do álbum, ou estreia em uma participação especial na gravação de outro artista.

No caso de Lady Gaga, ela recebeu uma indicação ao Grammy na categoria de dança em 2008 pelo seu single de estreia "Just Dance". Seu primeiro álbum, "The Fame", só chegou mais tarde às paradas norte-americanas, depois do fim do período de elegibilidade. O Grammy por dança foi a Daft Punk.

Lady Gaga recebeu cinco indicações ao Grammy no ano passado, mas sua exclusão da corrida para melhor artista revelação permitiu que Zac Brown Band levasse a estatueta.

O comunicado da academia não se referiu especificamente à Lady Gaga. A categoria de artista revelação frequentemente causa polêmica por causa da definição de "revelação". Shelby Lynne venceu o prêmio em 2001 depois de aparecer sob os holofotes com seu sexto álbum. As regras foram mudadas posteriormente para excluir os competidores que já gravaram mais de três álbuns.

(Reportagem de Dean Goodman)

 
<p>Lady Gaga nos Grammys deste ano em Los Angeles. O grupo por tr&aacute;s da maior cerim&ocirc;nia da ind&uacute;stria musical disse nesta quarta-feira que mudaria as regras de elegibilidade para a categoria de artista revela&ccedil;&atilde;o para que uma artista como Lady Gaga n&atilde;o seja exclu&iacute;da novamente. 31/01/2010 REUTERS/Mario Anzuoni</p>