Youssou N'Dour vai gravar segundo álbum de reggae

sábado, 10 de julho de 2010 17:24 BRT
 

Por Jason Rhodes

MONTREUX, Suíça (Reuters) - O superstar senegalês Youssou N'Dour quer explorar mais o reggae com novas canções em seu próximo álbum, depois de prestar homenagem ao cantor jamaicano Bob Marley no seu mais recente lançamento, Dakar-Kingston.

A iniciativa é uma mudança na forma musical de N'Dour, que conduziu o avanço do mbalax, uma música popular frenética impulsionada por complexos ritmos de tambor senegaleses, com sua banda, a Super Étoile de Dakar.

"Cresci com o reggae", disse N'Dour, de 50 anos, vestido com uma camisa laranja estampada pela técnica do batik e com os sapatos combinando. Ele falou à Reuters depois da checagem do som para sua apresentação na sexta-feira no Festival de Jazz de Montreux, na Suíça, um dos eventos mais prestigiados do verão europeu. "Tenho certeza de que ainda farei música reggae no próximo álbum."

N'Dour interpretou músicas já conhecidas como 'Medina' e 'Africa Dream Again' em estilo reggae no Dakar-Kingston, lançado no começo do ano, com arranjos e produção de Tyrone Downie, um membro da banda de Marley, a Wailers.

N'Dour e a Super Étoile tocaram por duas horas músicas reggae e mbalax que levaram a plateia a dançar do começo ao fim do show no principal palco de Montreux, na noite de sexta-feira.

O cantor senegalês agora quer estabelecer uma ligação mais forte entre a banda predominantemente jamaicana usada no Dakar-Kingston e Super Étoile para explorar mais profundamente a relação entre o reggae e a música africana.

"Meu pensamento agora é qual a conexão verdadeira entre as duas bandas, entre Super Étoile e a música reggae. Talvez vá ser mais Africana", disse o tranquilo e atencioso N'Dour.

"Muito tempo atrás, quando os escravos deixaram a África, a música também partiu, por isso quando escutamos música cubana ou reggae, nós sentimos que essa música é parte de nós."

 
<p>O cantor senegal&ecirc;s Youssou N'Dour durante entrevista &agrave; Reuters antes de seu show no Festival de Jazz de Montreux. N'Dour quer explorar mais o reggae com novas can&ccedil;&otilde;es em seu pr&oacute;ximo &aacute;lbum. 09/07/2010 REUTERS/Valentin Flauraud (S</p>