Nelson se dizia ávido por lutar 4 dias antes de Trafalgar

terça-feira, 13 de julho de 2010 19:11 BRT
 

Por Paul Casciato

LONDRES (Reuters Life!) - Uma carta do almirante Horatio Nelson a ser leiloada nesta semana na Sotheby's mostra que, quatro dias antes da histórica batalha de Trafalgar, ele estava ansioso por lutar contra os franceses.

Ele também alertava o governador de Gibraltar a ser discreto sobre a escassez de água potável a bordo do navio HMS Victory, "ou haveremos de ver isso num jornal inglês."

A carta ao governador, contra-almirante John Knight, data de 17 de outubro de 1805, quatro dias antes da histórica batalha, em que Nelson foi morto.

Nela, o almirante declarava estar "ansioso por um vento do leste", pois isso estimularia o inimigo a deixar o porto de Cádiz e finalmente enfrentar os britânicos.

"Ele obviamente quer brigar com o inimigo", disse Gabriel Heaton, da Sotheby's, nesta terça-feira à Reuters. "Ele nunca teve qualquer dúvida de que seus homens e seus navios ganhariam numa luta."

No dia seguinte à redação da carta, o vento soprou para sudeste e o almirante francês Villeneuve deu sinais para que seus navios zarpassem. Mas o vento era muito fraco. A batalha levou dias para começar, e só por volta das 12h do dia 21 Nelson ordenou que sua famosa mensagem fosse içada nas bandeiras de sinalização: "A Inglaterra espera que cada homem faça o seu dever."

Apesar de ter menos homens e menos navios, os britânicos triunfaram. Dez dias depois, o corpo de Nelson foi recebido em Gibraltar pelo governador Knight.

A carta é inédita e estava em mãos de um colecionador privado. Será leiloada na quinta-feira e deve chegar a 12 mil libras (18,1 mil dólares), segundo a Sotheby's.

"O fator significativo é a data," disse Heaton. "Isso é que realmente faz deste um documento tão notável."

(Reportagem adicional de Tamsin Barber)