Advogado de Lindsay Lohan diz que ela irá para a cadeia

sexta-feira, 16 de julho de 2010 20:29 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O novo advogado de Lindsay Lohan, Robert Shapiro, disse na sexta-feira que a atriz irá cumprir a pena de prisão a que foi condenada recentemente por violar os termos da sua liberdade condicional.

Uma juíza de Los Angeles determinou na semana passada que Lohan comece em 20 de julho a cumprir a pena de 90 dias por ter faltado a sessões de orientação sobre o alcoolismo, das quais tinha obrigação de participar como parte de uma condenação anterior por dirigir alcoolizada.

Shawn Chapman Holley, que advogava para Lohan, deixou o caso, e na quinta-feira surgiu a notícia de que a atriz teria contratado Shapiro, uma celebridade na área jurídica, e que estaria procurando um modo de evitar a prisão.

"Aceitei representar a sra. Lohan com a condição de que ela cumpra os termos da liberdade condicional, inclusive a exigência de prisão imposta pela juíza Marsha Revel", disse Shapiro em nota na sexta-feira.

"A sra. Lohan está sofrendo de uma doença da qual sou bastante familiar. Tomara que eu possa ser útil à sra. Lohan e à juíza Revel na implementação de um tratamento recomendado por profissionais médicos para a recuperação e sobriedade da sra. Lohan em longo prazo."

Shapiro já defendeu vários astros de Hollywood, e participou inclusive da estrelada equipe que advogou para o ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson, que foi acusado de matar a ex-mulher.

Em 2005, Brent, filho de Shapiro, morreu por causa do consumo combinado de álcool e ecstasy. Desde então, o advogado tem se dedicado a ajudar outras pessoas a superarem problemas de dependência.

A família dele criou a Fundação Brent Shapiro e uma espécie de "albergue para sóbrios" em Los Angeles, chamado Pickford Lofts, onde Lohan teria se hospedado nesta semana.

 
<p>Atriz Lindsay Lohan chora ap&oacute;s ter sido condenada em 6 de julho &agrave; pris&atilde;o por violar os termos da sua liberdade condicional. REUTERS/David McNew</p>