Veterano jornalista Daniel Schorr morre aos 93 anos nos EUA

sexta-feira, 23 de julho de 2010 16:16 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O veterano jornalista Daniel Schorr, que fez coberturas como a construção do muro de Berlim e o escândalo de Watergate, nos Estados Unidos, morreu nesta sexta-feira aos 93 anos, informou a rádio NPR.

Schorr, que nos últimos 25 anos atuou como analista sênior da NPR, morreu na manhã desta sexta-feira em um hospital em Washington, ao lado de sua família, depois de uma rápida doença, informou a rádio em um comunicado.

O jornalista, que se descreveu como um "livro de história viva", iniciou sua carreira como correspondente estrangeiro em 1946. Juntou-se à famosa equipe de Edward R. Murrow na CBS, ajudou a criar a CNN e se uniu à NPR como analista sênior em 1985.

Entre seus trabalhos estão a primeira entrevista nos Estados Unidos com o líder soviético Nikita Khrushchev, em 1957, a cobertura do programa espacial Sputnik e dos assassinatos secretos da Agência Central de Inteligência (CIA) nos anos 1970.

Schorr trabalhou até pouco antes de sua morte e seu último programa "Week in Review" foi transmitido em 10 de julho.

Ele conquistou três prêmios Emmy por sua cobertura política nos anos 1970 e um Peabody por todo o seu trabalho.

(Reportagem de Jill Serjeant)

 
<p>Veterano jornalista norte-americano Daniel Schorr morreu aos 93 anos nos EUA. REUTERS/NPR/Handout</p>