Designer de produção de Hollywood, Boyle morre aos 100 anos

terça-feira, 3 de agosto de 2010 13:30 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - O designer de produção de Hollywood Robert Boyle, que trabalhou em filmes como "Intriga Internacional" e "Um Violinista no Telhado" e recebeu um Oscar honorário há dois anos, morreu em Los Angeles, disse uma porta-voz na segunda-feira. Ele tinha 100 anos.

Boyle morreu de causas naturais no domingo depois de passar dois dias no Centro Médico Cedars-Sinai. Natural de Los Angeles, ele permaneceu ativo até sua morte, realizando palestras para estudantes no Instituto de Cinema Americano.

Durante sua carreira de mais de 60 anos, Boyle colaborou com diretores como Alfred Hitchcock, Norman Jewison, Hal Ashby, Arthur Hiller e Don Siegel.

Hitchcock deu a Boyle sua grande chance ao contratá-lo como diretor de arte em "Sabotador". Como designer de produção, Boyle voltou a trabalhar com Hitchcock em "Intriga Internacional", "Os Pássaros" e "Marnie, Confissões de Uma Ladra".

"Intriga Internacional" foi a primeiro das quatro obras de Boyle indicadas ao Oscar, seguido de "Uma Certa Casa em Chicago" e "Um Violinista no Telhado", dirigidos por Jewison, e "O Último Pistoleiro", de Siegel.

 
<p>Vencedor de Oscar honor&aacute;rio Robert Boyle durante a premia&ccedil;&atilde;o dos Oscars em Hollwyood, em 2008. O designer de produ&ccedil;&atilde;o de Hollywood faleceu no domingo, aos 100 anos. 24/04/2008 REUTERS/Mike Blake/Arquivo</p>