Mulher acusada de atacar Leonardo DiCaprio diz que é inocente

quarta-feira, 11 de agosto de 2010 19:07 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Uma mulher acusada de atacar o ator Leonardo DiCaprio com uma garrafa quebrada numa festa em Hollywood, em 2005, se declarou inocente nesta quarta-feira da agressão com arma fatal.

Aretha Wilson, de 40 anos, deve voltar ao tribunal em 23 de agosto para uma audiência preliminar. Wilson, que fugiu para o Canadá e foi extraditada aos Estados Unidos para enfrentar a acusação, permanece presa na Califórnia.

DiCaprio, estrela do filme atual "A Origem", sofreu "grandes lesões corporais" quando Wilson o atacou com uma garrafa de cerveja quebrada, de acordo com um mandado de prisão.

A juíza do Tribunal Superior de Los Angeles, Hilleri G. Merritt, já havia emitido uma ordem de proteção exigindo que Wilson ficasse ao menos 450 metros distante do ator e de duas testemunhas do suposto ataque.