17 de Agosto de 2010 / às 16:52 / em 7 anos

Como Rooney Mara se tornou a "Girl With Dragon Tattoo"

<p>Atriz Rooney Mara chega ao lan&ccedil;amento do filme "Dare" no Festival de Sundance em 2009. Mara foi escolhida para o papel da hacker punk Lisbeth Salander na adapta&ccedil;&atilde;o de "The Girl With the Dragon Tattoo" 19/01/2009 REUTERS/Danny Moloshok/Arquivo</p>

Por Borys Kit

LOS ANGELES (Hollywood Reporter) - Encerrando o suspense crescente em torno de uma das maiores caças a talentos lançada nos últimos anos em Hollywood, o diretor David Fincher telefonou na segunda-feira à jovem e relativamente desconhecida atriz Rooney Mara para lhe dar uma boa notícia.

Momentos depois, a Columbia anunciou que Mara foi escolhida para o papel da hacker punk Lisbeth Salander na adaptação cinematográfica em língua inglesa do best-seller internacional do sueco Stieg Larsson “The Girl With the Dragon Tattoo” (publicado no Brasil como “Os Homens que Não Amavam as Mulheres”).

Até o anúncio-surpresa, Rooney Mara era conhecida sobretudo -- pelo menos entre os fãs inveterados dos filmes de horror -- como a garota que combateu Freddy Krueger este ano no remake de “A Hora do Pesadelo”.

Mas isso está mudando rapidamente. Não apenas Mara conseguiu o papel cobiçado em “Dragon”, contracenando com Daniel Craig -- que fará o jornalista investigativo Mikael Blomkvist --, como ela será vista no novo filme de Fincher sobre os primórdios do Facebook, “The Social Network”, que vai abrir o prestigioso Festival de Cinema de Nova York em 24 de setembro.

Na realidade, apesar de atrizes jovens de todo o mundo terem sido convocadas para fazer testes para o papel de Salander, Mara, nascida em Bedford, Estado de Nova York, pode ter tido a preferência desde o começo, graças ao fato de já ter trabalhado com Fincher.

Antes mesmo de chegar aos cinemas, “Network” já está virando uma verdadeira fonte de talentos futuros para franquias da Sony: além de ter favorecido a sorte de Mara, também ajudou outro membro de seu elenco, Andrew Garfield, a conseguir o papel de Peter Parker no novo filme “Homem Aranha” do estúdio.

O público só dará seu veredito final sobre a escolha de Mara depois que a Sony lançar “Dragon Tattoo”, em 21 de dezembro de 2011, mas a atriz em ascensão terá um aumento salarial imediato. Ela ganhou 65 mil dólares por seu papel em “A Hora do Pesadelo”, feito com orçamento reduzido.

Para fazer os testes para “Dragon Tatoo”, as finalistas tiveram que concordar em receber salários na faixa dos 150 mil a 200 mil dólares, além de opções para o segundo e terceiro filmes na trilogia planejada, que também seriam acompanhados por aumentos salariais significativos.

Os fãs talvez se decepcionem com o fato de suas atrizes favoritas terem sido preteridas, mas a reação de Hollywood à escolha de Mara foi positiva.

“Acho perfeito”, disse a diretora de elenco Jane Jenkins, que trabalhou em adaptações bem-sucedidas de livros para filmes como o primeiro “Harry Potter” e “O Código Da Vinci”, falando da decisão de optar por um rosto novo.

Um produtor que já trabalhou com Rooney Mara comentou: “Ela leva seu trabalho muito a sério. Isto não é um hobby para ela.”

Rooney Mara estava mais ou menos na metade de uma lista de 12 opções preferidas para o papel. Dentro do estúdio, contudo, a maior discussão era se a escolhida deveria ser uma atriz conhecida ou uma novata. Natalie Portman e Scarlett Johansson, que compareceram a reuniões, parecem ter sido as candidatas mais sérias entre as famosas.

Recentemente vem emergindo uma leva de atrizes relativamente desconhecidas. Além de Rooney Mara, fazem parte da leva as australianas Sarah Snooke e Sophie Lowe e a francesa Lea Seydoux. Foi pedido a elas que lessem diálogos com Daniel Craig e fizessem o teste já maquiadas para o papel. A atriz vencedora mostrou também ser adepta em dominar o sotaque sueco. O roteiro de Steven Zaillian conserva a ambientação dos livros originais, e a nova adaptação começará a ser rodada em setembro na Suécia.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below