Atrizes famosas são vítimas de fraude em salão de beleza dos EUA

quinta-feira, 19 de agosto de 2010 08:38 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A proprietária de um salão de beleza em Beverly Hills foi detida na quarta-feira acusada de furtar dados de cartões de crédito das atrizes Jennifer Aniston, Anne Hathaway e Liv Tyler, utilizando os números para fazer dezenas de milhares de pagamentos fraudulentos.

Segundo documentos de um tribunal que está conduzindo o caso, uma testemunha disse que Cher, Melanie Griffith e o ex-protagonista da série de televisão "Felicity", Scott Speedman, também foram vítimas da fraude.

A dona do Chez Gabriela Studio está sendo acusada de furtar de Tyler 214 mil dólares em um período de cinco meses no ano passado, segundo uma declaração do tribunal.

O escritório do procurador-geral dos Estados Unidos em Los Angeles informou que a proprietária Maria Gabriella Pérez, de 51 anos, está sendo acusada de cometer fraude de pelo menos 280 mil dólares em um ano.

Pérez teria utilizado os dados dos cartões de crédito de celebridades e outros clientes na cobrança dos serviços que realizou para eles no salão e, depois, aproveitado os dados para efetuar gastos não autorizados.

Aniston, Hathaway, Cher, Tyler, Griffith e Speedman apareceram nos documentos do tribunal entre aqueles que perceberam os gastos não autorizados em seus cartões de crédito.

No entanto, representantes de Cher disseram ao site de celebridades na Internet TMZ.com que a cantora e atriz não foi uma das vítimas e não sabia por que aparecia nos documentos.

Pérez está sendo acusada por dois delitos de fraude e poderá pegar pena máxima de 25 anos de prisão. Ela foi detida em seu local de trabalho e deverá apresentar-se diante do tribunal federal em Los Angeles até quarta-feira.

(Reportagem de Jill Serjeant)