Ex-mulher de Michael Douglas pleiteia lucro de "Wall Street"

terça-feira, 24 de agosto de 2010 20:37 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Advogados do ator Michael Douglas e da ex-mulher dele, Diandra, discutiram na terça-feira no tribunal a respeito dos direitos dela sobre o novo filme da série "Wall Street", ainda a ser lançado.

Segundo os jornais The New York Post e New York Daily News, ela pleiteia metade dos rendimentos do ator por "Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme", em que ele repete o papel do ambicioso Gordon Gekko, de "Wall Street: Poder e Cobiça" (1987).

O ator, que recentemente teve um diagnóstico de câncer na garganta, não foi ao tribunal.

Advogados do ator dizem que Diandra tem direito a metade do faturamento de Douglas com o filme original e com outros filmes que ele fez antes da separação do casal, em 1995.

"É hora de a senhora Douglas seguir adiante", disse a advogada Marily Chinitz, segundo o Post. Ela acrescentou que o ator não detém direitos sobre o personagem Gordon Gekko. "Não se pode dar algo que não está no contrato", argumentou ela.

Mas Nancy Chemtob, advogada da ex-mulher do ator, disse ao juiz cível que "cobiça é de quem ... não quer pagar ao seu cônjuge."

De acordo com o Daily News, Chinitz disse ao tribunal que desde o divórcio Diandra já recebeu mais de 6,3 milhões de dólares por direitos de imagem e vendas de DVDs de filmes do ex-marido.

O novo filme da série "Wall Street" será lançado em 24 de setembro nos Estados Unidos. O juiz do caso ainda não tomou uma decisão.

Douglas, de 65 anos, se divorciou de Diandra em 2000, após 23 anos de casamento. No mesmo ano, ele se casou com a atriz britânica Catherine Zeta-Jones, com quem tem dois filhos.   Continuação...