Cantora pop alemã que transmitiu Aids não será presa

quinta-feira, 26 de agosto de 2010 12:12 BRT
 

Por Hakan Erdem

DARMSTADT, Alemanha (Reuters Life!) - Uma cantora pop alemã que confessou ter exposto conscientemente dois homens ao risco de contraírem HIV, depois de ela ter descoberto ter o vírus, foi condenada nesta quinta-feira por uma corte por danos corporais graves, mas não irá para a prisão.

Nadja Benaissa, de 28 anos, da banda de garotas alemãs No Angels, recebeu uma pena de dois anos, que foi suspensa. Ela terá que cumprir 300 horas de serviço comunitário e se submeter a sessões regulares de aconselhamento.

Benaissa poderia ter sido condenada a até 10 anos de prisão, mas os promotores pediram uma pena branda porque Benaissa confessou o delito e expressou remorso.

"Cometi um erro enorme", disse Benaissa a um tribunal de Darmstadt, no oeste da Alemanha, no fim do julgamento na quarta-feira, acrescentando que havia mantido segredo sobre o HIV porque temia o que poderia acontecer se o público soubesse que ela era soropositiva.

"Fui covarde", disse a cantora. "Lamento do fundo da minha alma. Desejaria poder voltar o relógio para trás e fazer com que tudo isto não acontecesse."

Benaissa foi condenada por ter causado danos corporais graves ao ter infectado um agenciador de talentos, de 34 anos, e por tentativa grave de causar dano corporal em outra ocasião, quando manteve sexo sem proteção com um outro homem, entre 2000 e 2004.

O agenciador de talentos contraiu Aids, mas o outro homem não foi contaminado.

Benaissa contou que sabia ser soropositiva desde 1999, quando fez um teste rotineiro de sangue durante sua gravidez, aos 17 anos.

 
<p>Nadja Benaissa, cantora de pop alem&atilde;, aguarda veredito de julgamentoo. Ela foi condenada nesta quinta-feira por por danos corporais graves, mas n&atilde;o ir&aacute; para a pris&atilde;o. 26/08/2010 REUTERS/Boris Roessler/Arquivo</p>