Festival de Veneza começa com aposta na juventude

terça-feira, 31 de agosto de 2010 20:12 BRT
 

VENEZA (Reuters) - O Festival de Veneza começa na quarta-feira com "Cisne Negro", em que Natalie Portman interpreta uma bailarina de Nova York que vê sua posição ameaçada por uma bela recém-chegada.

O thriller, dirigido por Darren Aronofsky, abre oficialmente a celebração do cinema no Lido, a ilha veneziana onde astros, fãs e jornalistas se esbarram durante 11 dias.

O diretor do festival, Marco Mueller, privilegiou cineastas jovens nos 23 filmes em competição, e também espera que a presença de nomes independentes de Hollywood compense a escassez de celebridades de primeiro escalão neste ano.

O presidente do júri, Quentin Tarantino, disse que sua rotina até a entrega do cobiçado Leão de Ouro, no dia 11, será mais de trabalho do que de diversão.

"Há muitos filmes realmente excitantes, diretores excitantes. É uma seleção fantástica", disse ele à Reuters ao chegar a Veneza.

"Já estive em alguns júris e adoro. É uma alegria para mim. Mas é trabalho. Não estamos aqui de férias."

Veneza é o mais antigo e um dos mais prestigiosos festivais de cinema do mundo, mas enfrenta a concorrência do Festival de Toronto, parcialmente concomitante, e que é considerado mais barato e mais mercadológico do que o evento italiano.

Muitos filmes com estreia mundial em Veneza passam dias depois em Toronto, e outros vão direto para o festival. Mueller disse, no entanto, que os eventos podem coexistir.

"Estou bastante convencido de que Veneza ainda é forte", disse ele à Reuters, acrescentando que "a visibilidade, o impacto de um filme é criado aqui, e o potencial de mercado do filme é então completamente avaliado só em Toronto."   Continuação...

 
<p>Um funcion&aacute;rio d&aacute; os &uacute;ltimos retoques no le&atilde;o de ouro, s&iacute;mbolo do Festival de Filmes de Veneza, que inicia na quarta-feira nesta cidade no nordeste da It&aacute;lia. O festival come&ccedil;a com "Cisne Negro", em que Natalie Portman interpreta uma bailarina de Nova York que v&ecirc; sua posi&ccedil;&atilde;o amea&ccedil;ada por uma bela rec&eacute;m-chegada. 30/08/2010 REUTERS/Alessandro Bianchi</p>