Fãs de "E O Vento Levou" angariam fundos para salvar vestidos

quarta-feira, 1 de setembro de 2010 12:06 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters Life!) - Os fãs do filme "E O Vento Levou" certamente se importam com os extravagantes vestidos de Scarlett O'Hara e querem que a tentativa de um museu de angariar fundos para restaurar as peças usadas na produção, de 1939, consiga chegar a seu objetivo em três semanas.

O Centro Harry Ransom, da Universidade do Texas, em Austin, que compra e preserva objetos de importância cultural, fez um apelo público neste mês para levantar 30 mil dólares e restaurar os cinco vestidos usados por Vivien Leigh no filme vencedor do Oscar.

As peças, da coleção de David O. Selznick, que produziu "E O Vento Levou", "Nasce Uma Estrela" e "Rebecca - A Mulher Inesquecível", foram descritas como em frágil condição e com necessidade urgente de restauração.

O museu afirmou que mais de 600 pessoas de 44 estados norte-americanos e 13 países enviaram contribuições para a causa.

"Essas generosas doações confirmam que as legiões de fãs do filme de fato se importam", disse Steve Wilson, curador de filmes do Centro Ransom, em comunicado.

Ele disse que as doações permitirão que o centro restaure os vestidos e compre proteções e manequins sob medida para que as peças sejam exibidas de acordo com as melhores práticas e padrões de conservação.

O Centro Ransom quer mostrar os vestidos em 2014, como parte de uma exibição para comemorar o 75o aniversário de "E O Vento Levou", além de emprestar as peças para outros museus no mundo.

Jill Morena, assistente para vestimentas do museu, afirmou que a coleção de Selznick chegou ao centro na década de 1980, e as roupas foram mantidas em condições de umidade e temperatura controladas, em papel de seda sem oxidantes e em caixas, mas os danos foram inevitáveis.

"A maioria das vestimentas não são feitas para durar mais do que a produção do filme nem recebem acabamento como o de uma peça pronta para se vestir", disse Morena.   Continuação...