1 de Setembro de 2010 / às 17:18 / 7 anos atrás

Repleto de sangue, "Machete" arranca sorrisos em Veneza

<p>Diretor Robert Rodriguez e atriz Jessica Alba em sess&atilde;o de fotos para o filme "Machete" no festival de Veneza. 01/09/2010Tony Gentile</p>

Por Silvia Aloisi

VENEZA (Reuters) - Uma história sobre imigrantes mexicanos ilegais, políticos norte-americanos corruptos, traficantes de drogas e vigilantes vira um filme pulp em "Machete", do diretor Robert Rodriguez, que fez a platéia gargalhar no festival de Veneza.

O herói improvável do filme repleto de sangue é um ex-policial mexicano, cabeludo, tatuado e envelhecido, cujo apelido Machete vem de sua arma preferida -- usada por ele sem parar como vingança contra os assassinos de sua família.

Rodado na fronteira entre o Texas e o México, Machete conta com um elenco eclético que inclui Robert De Niro, interpretando um senador norte-americano anti-imigrantes, Jessica Alba como agente da lei, o ator veterano Steven Seagal, o astro de "Miami Vice" Don Johnson e Lindsay Lohan.

Nascido e criado no Texas, Rodriguez disse que a idéia de Machete veio de um falso trailer inserido por ele no filme "Grindhouse", tributo dele e de Quentin Tarantino aos filmes B, lançado em 2007.

"Esse trailer abriu o apetite do público e anos depois as pessoas me perguntavam se eu iria transformar Machete em um filme. Elas vinham e pediam por isso", afirmou Rodriguez após uma exibição do filme para a imprensa. "Machete" está sendo exibido fora da competição do festival de Veneza.

Diversos dos filmes anteriores de Rodriguez, incluindo "El Mariachi", "Desperado" e "Um Drink no Inferno", falam sobre o México. Ele disse, no entanto, que desta vez quis fazer um filme cujo protagonista fosse um herói de ação mexicano, que poderia apelar para um público mais amplo.

"Ele não é apenas para latinos, eu queria alguém com um histórico violento, um cara incorruptível que não daria um passo para trás e eu queria fazer algo que as pessoas nunca tivessem visto," disse ele.

TUDO SOBRE FACAS

Para interpretar Machete, Rodriguez escolheu Danny Trejo, ator veterano de ascendência mexicana com um passado ligado ao crime, em seu primeiro papel como protagonista.

Trejo disse que seus personagens nos filmes anteriores de Rodriguez tinham sempre a ver com objetos pontiagudos -- em "Um Drink no Inferno" ele foi Razor Charlie e em "Desperado" interpretava Navajas, ou seja, navalhas.

"Agora eu me formei como uma faca maior que é Machete", disse ele.

Jessica Alba, que já tinha trabalhado com Rodriguez em "Sin City", classificou Machete de "impressionante e louco" e disse que nunca pensou que Rodriguez conseguiria avançar com um roteiro tão pouco ortodoxo.

"Eu acho que ele (o filme) é corajoso, porque trata de questões socialmente e politicamente relevantes de forma inteligente. Ele tem todos os estigmas e estereótipos contra os latinos, mistura todos e os explode contra a tela," afirmou ela.

"Você ri do começo ao fim, falamos sobre assuntos sérios, mas de um modo muito inteligente."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below