Catherine Deneuve aborda igualdade sexual em novo filme

sábado, 4 de setembro de 2010 16:09 BRT
 

Por Mike Collett-White

VENEZA (Reuters) - As lendas do cinema francês Catherine Deneuve e Gerard Depardieu se unem novamente em "Potiche", um drama descontraído que se passa nos anos 1970, examinando os preconceitos que mulheres enfrentavam e ainda enfrentam nos dias de hoje.

Deneuve, de 66 anos, interpreta a personagem principal Suzanne, esposa do dono de uma fábrica de guarda-chuvas Robert Pujol. Suzanne representa o "potiche", ou a esposa-troféu.

Quando Pujol, um personagem dominador e mulherengo, é sequestrado por trabalhadores insatisfeitos e fica gravemente doente, Suzanne assume a empresa e é um sucesso imediato ao negociar com os trabalhadores ao invés de confrontá-los.

Uma disputa pelo poder surge na fábrica ao norte da França quando seu marido se recupera e retorna à família.

Deneuve, uma atriz indicada ao Oscar e que estrelou em filmes como "A Bela da Tarde" e "Indochina", disse acreditar que o lugar da mulher na sociedade tem melhorado nos últimos 30 anos, mas que a igualdade sexual ainda precisa melhorar.

"Eu gostaria de pensar que um filme como esse pudesse ajudar mulheres a terem mais reconhecimento pelo seu trabalho, porque ainda existe uma diferença muito grande entre homens e mulheres, especialmente no trabalho", disse ela a jornalistas no Festival de Veneza.

"Com a mesma capacidade, uma mulher não recebe o mesmo que o homem, o que é sempre um reflexo da sociedade", acrescentou ela.

"Potiche" um dos 23 filmes na principal competição em Veneza, terá sua estreia mundial neste sábado.

 
<p>Atriz Catherine Deneuve no tapete vermelho para divulgar "Potiche" no Festival de Veneza. O filme que se passa nos anos 1970, examina os preconceitos que mulheres enfrentavam e ainda enfrentam nos dias de hoje. 04/09/2010 REUTERS/Tony Gentile</p>