Festival de Veneza luta para manter posição apesar de crise

terça-feira, 7 de setembro de 2010 14:08 BRT
 

Por Silvia Aloisi

VENEZA (Reuters) - A escassez de grandes nomes de Hollywood, os custos notoriamente altos de Veneza, a concorrência acirrada de Toronto - tudo isso está levando o festival de cinema de Veneza a lutar para conservar sua posição de um dos eventos mais prestigiosos do cinema mundial.

O próprio local em que o festival está sendo realizado é temporário. O novo Palazzo do Cinema, local principal das exibições, não deve ficar pronto até 2012.

Com a crise financeira recente ainda se fazendo sentir, e tanto a indústria cinematográfica quanto a mídia em clima de reduções de custos, a Mostra del Cinema, nome oficial do festival, está sentindo os efeitos da concorrência com o festival de Toronto, que coincide em parte com o de Veneza e está exibindo muitos dos mesmos filmes.

Sua localização na América do Norte, os custos mais baixos e a presença de tantos executivos cinematográficos fazem de Toronto uma alternativa mais barata e tentadora para os estúdios ansiosos por divulgar seus filmes, no momento em que começa a disputa não oficial pelas premiações de cinema.

No momento em que Veneza, o festival de cinema mais antigo do mundo, chegava à metade - a cerimônia de premiações acontecerá no sábado -, a maioria dos observadores concordava que a programação deste ano no Lido está forte, mas que talvez lhe falte a obra-prima definitiva que marca os melhores anos.

Entre os filmes vistos como possíveis vencedores do Leão de Ouro estão o chinês "The Ditch", um olhar contundente sobre o destino de presos políticos enviados a campos de trabalhos forçados em 1960.

Outro favorito da crítica é "Essential Killing", com Vincent Gallo no papel de suspeito combatente do Taliban fugindo das forças americanas - e sem proferir uma palavra sequer durante o filme inteiro.

Fora da competição, o documentário de Casey Affleck sobre Joaquin Phoenix e sua transição de ator aclamado para cantor de hip-hop cativou os espectadores e a mídia.   Continuação...

 
<p>A atriz Natalie Portman posa para foto no 67o Festival de Cinema de Veneza, 1o de setembro de 2010. REUTERS/Tony Gentile</p>