Carro Aston Martin de James Bond vai a leilão

quarta-feira, 8 de setembro de 2010 12:44 BRT
 

Por Hellen Massy-Beresford

PARIS (Reuters Life!) - Os fãs endinheirados de James Bond terão em breve a oportunidade de adquirir o máximo em matéria de memorabília do agente 007, quando o carro Aston Martin DB5 usado pelo espião bebedor de martínis for a leilão, em setembro.

O carro esportivo prateado dirigido pelo agente secreto britânico, representado por Sean Connery em "007 Contra Goldfinger", lançou a febre de engenhocas pelas quais os filmes sobre Bond, baseados nos romances de Ian Fleming, ficariam famosos.

O DB5 que será posto à venda é equipado com engenhocas que incluem metralhadoras, placas que vão sendo trocadas automaticamente, pulverizador de óleo no chão e lançador de véu de fumaça, coisas que ajudaram 007, auxiliado pela Bond girl Pussy Galore, a derrotar o contrabandista de ouro Auric Goldfinger no sucesso de 1964.

Todas as engenhocas são controladas por pinos e botões escondidos no descanso de braços central, informou a casa de leilões de carros para colecionadores RM Auctions, que vai vender o veículo em conjunto com a Sotheby's. O DB5 também foi visto no filme "007 Contra a Chantagem Atômica", de 1965.

A RM prevê que o automóvel seja arrematado por mais de 5 milhões de dólares no evento Automóveis de Londres, que terá lugar em Battersea, zona sul da cidade, em 27 de outubro. Isso seria o maior valor já pago por um veículo de um filme, disse a empresa.

De acordo com a RM, o DB5 é um de dois carros originais vistos nas telas em dois filmes de 007. O outro, vendido duas vezes em leilões, foi roubado em 1997 de um aeroporto na Flórida e nunca recuperado.

O DB5 remanescente será posto à venda pelo radialista Jerry Lee, de Filadélfia.

(Reportagem de Helen Massy-Beresford; reportagem adicional de Gilles Guillaume)

 
<p>O carro original Aston Martin DB5, dirigido pelo ator Sean Connery nos filmes de James Bond "007 Contra Goldfinger" e ""007 Contra a Chantagem At&ocirc;mica", &eacute; visto em Londres em foto de 21 de julho de 2010. REUTERS/Suzanne Plunkett</p>