13 de Setembro de 2010 / às 19:50 / 7 anos atrás

Paternidade não é tão simples para Stanley Tucci em "Easy A"

Por Cristy Lytal

<p>O ator Stanley Tucci chega a evento da Semana de Moda de Nova York, 10 de fevereiro de 2010. Apesar de ser pai de tr&ecirc;s filhos, o ator veterano Stanley Tucci se viu em terreno pouco familiar para representar um pai no lan&ccedil;amento "Easy A". REUTERS/Carlo Allegri</p>

LOS ANGELES (Reuters) - Apesar de ser pai de três filhos, o ator veterano Stanley Tucci se viu em terreno pouco familiar para representar um pai no lançamento “Easy A”.

Tucci, cujos papéis recentes abrangem desde o de assassino em “Um Olhar do Paraíso” até o de marido amoroso em “Julie & Julia”, disse que nunca fez um personagem como o pai pós-moderno chamado Dill de “Easy A”.

No filme, que estreia nos EUA na sexta-feira, Dill se espanta ao descobrir sua filha adolescente, Olive (Emma Stone) costurando uma letra vermelha sobre um bustiê, em homenagem à heroína literária adúltera do livro “A Letra Escarlate”, de Nathaniel Hawthorne.

Enquanto Olive passa a usar roupas com a letra escarlate no colégio e a espalhar boatos falsos sobre sua própria promiscuidade, o pai representado por Tucci consegue manter a calma.

“Como pai, seria ótimo se eu pudesse ser tão despreocupado quanto esse pessoal no filme”, disse Tucci, falando à Reuters. “Mas isso nunca vai acontecer. Em todo caso, uma coisa que tenho em comum com Dill é que eu e meus filhos brincamos muito.”

Tucci disse que nunca faz um papel sem pensar em seus filhos, e “Easy A” não foi exceção, já que o papel lhe foi oferecido 18 meses após a morte de sua mulher, Kate, em abril de 2009, vítima de câncer de mama.

“Eles foram ótimos comigo e condensaram minha participação nas filmagens para três dias”, contou.

Mas ele levou mais tempo -- três semanas -- para filmar “Captain America - The First Avenger”, que chegará aos cinemas no ano que vem e no qual ele faz um cientista maluco.

“Fiquei longe três semanas; foi difícil”, contou. “Agora que sou pai sozinho, não posso me afastar por muito tempo.”

Mesmo com essas restrições, contudo, Tucci ainda encontra maneiras de expressar sua versatilidade como ator, roteirista, diretor e produtor.

Ele não atua na Broadway há sete anos devido à carga de trabalho diária, mas espera fazer o trabalho mais flexível de dirigir uma peça por ano.

Tucci fez sua estreia como diretor na Broadway este ano com um remake da farsa “Lend Me a Tenor”, estrelado por Tony Shalhoub e que foi indicado ao Tony.

No cinema, ele já contracenou com Meryl Streep duas vezes -- em “Julie & Julia” e em “O Diabo Veste Prada”, de 2006. Em 2011, vai dirigir Streep e Tina Fey na comédia “Mommy & Me.”

Seus outros trabalhos próximos no cinema incluem um papel ao lado de Cher e Christina Aguilera no musical “Burlesque”, a chegar aos cinemas em novembro deste ano.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below