Lady Gaga pede fim de regra contra gays no Exército dos EUA

sexta-feira, 17 de setembro de 2010 19:21 BRT
 

Por Zorianna Kit

LOS ANGELES (Reuters) - A cantora Lady Gaga divulgou na sexta-feira um vídeo em que pede aos senadores e "compatriotas norte-americanos" que tentem derrubar a regra militar que proíbe homossexuais assumidos de servirem nas Forças Armadas.

Na declaração mais política de toda a sua carreira, Gaga, de 24 anos, se descreveu como "uma voz pela minha geração" e pediu aos seus milhões de fãs que ajudem a derrubar a política que só autoriza a presença de homossexuais nas Forças Armadas se estes mantiverem em sigilo a sua orientação sexual.

O Senado deve levar a votação na terça-feira a decisão sobre iniciar ou não um debate sobre o tema. A previsão é de um resultado apertado. A Câmara dos Deputados já votou pelo fim da política apelidada de "não pergunte e não conte", que remonta ao governo de Bill Clinton.

Num vídeo preto e branco de 7 minutos no YouTube, Gaga aparece sentada diante de uma bandeira dos EUA, vestindo gravata escura, blusa branca e blazer escuro.

"Estou aqui para ser uma voz pela minha geração. Não a voz da geração dos senadores que estão votando, mas pela juventude deste país, a geração afetada por esta lei, e cujos filhos serão afetados."

Ela disse que a lei é inconstitucional, que os seus fãs deveriam procurar os senadores, e que seus seguidores do Twitter deveriam fazer seus próprios vídeos em prol da igualdade de direitos para os homossexuais.

"Tuitem seus vídeos para mim que eu vou postá-los", escreveu ela no microblog.

A artista tem uma estreita relação com o público homossexual, e na semana passada desfilou no tapete vermelho do MTV Music Video Awards acompanhada por quatro veteranos gays.

A cantora, de hits como "Bad Romance" e "Alejandro", tem 18 milhões de fãs no Facebook e mais de 6 milhões de seguidores no Twitter.

Lady Gaga, que estourou no cenário musical há dois anos, está acostumada a polêmicas. No domingo, ela apareceu vestida com peças de carne no prêmio da MTV, e em alguns shows já ateou fogo ao seu piano e se besuntou com sangue falso.