Lindsay Lohan é chamada a tribunal após ser reprovada em exame

segunda-feira, 20 de setembro de 2010 17:30 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - Lindsay Lohan foi convocada nesta segunda-feira a comparecer a um tribunal depois de admitir que foi reprovada em um teste de drogas, poucas semanas depois de ser libertada da prisão e de um programa de reabilitação para dependentes químicos.

Autoridades de Los Angeles disseram que a condicional de Lohan foi revogada e que foi emitido um mandado formal de prisão contra ela, mas que o mandado será suspenso até sexta-feira, quando ela terá que comparecer ao tribunal.

A volta ou não à prisão da atriz de "Meninas Malvadas" deve ser decidida na audiência judicial da sexta-feira.

Lohan, de 24 anos, cuja carreira vem sendo prejudicada por problemas com drogas e álcool, admitiu em mensagem no Twitter na sexta-feira que foi flagrada em um teste de drogas aleatório determinado pela Justiça, mas disse que está se esforçando muito para vencer sua batalha contra o uso de drogas.

O site de notícias sobre celebridades TMZ.com disse que o exame deu positivo para cocaína.

Em agosto Lohan cumpriu duas semanas de prisão, seguidas por 22 dias de um programa de reabilitação de drogas em regime fechado, previsto para durar três meses, depois de violar sua condicional resultante de uma condenação em 2007 por dirigir embriagada e sob o efeito de cocaína.

Depois de ser liberada da obrigação de fazer o tratamento antidrogas internada na clínica, o tribunal exigiu que Lohan fosse submetida a testes de drogas aleatórios, duas vezes por semana, e tivesse aconselhamento psicológico.

Um juiz de Beverly Hills a avisou que um resultado positivo futuro nos exames a levaria a ser reconduzida à prisão por 30 dias.

(Reportagem de Jill Serjeant)

 
<p>Atriz Lindsay Lohan foi convocada nesta a comparecer a um tribunal depois de admitir que foi reprovada em um teste de drogas. REUTERS/Danny Moloshok</p>