Cantor Pete Doherty é indiciado por porte de cocaína

terça-feira, 28 de setembro de 2010 12:28 BRT
 

LONDRES (Reuters Life!) - O cantor britânico Pete Doherty foi indiciado nesta terça-feira por porte de cocaína. A acusação está ligada a uma investigação sobre a morte, supostamente por overdose, de Robyn Whitehead.

O vocalista de 31 anos do Babyshambles e ex-namorado da supermodelo Kate Moss foi uma das quatro pessoas interrogadas após a morte da cineasta em janeiro. Na época, Whitehead estava trabalhando em um documentário de Doherty.

Dois amigos de Doherty também foram indiciados -- Peter Wolfe, de 42 anos, por fornecimento e porte de cocaína, e Alan Wass, de 29 anos, por porte de cocaína.

Segundo informações, Wolfe estava hospedado no apartamento de Londres onde Whitehead morreu aos 27 anos.

Todos os três estão em liberdade sob fiança e devem comparecer ao Tribunal de Justiça do Tâmisa no dia 18 de outubro.

Whitehead era neta do falecido Teddy Goldsmith, fundador da revista The Ecologist, e filha do cineasta dos anos 1960 Peter Whitehead.

(Reportagem de Mike Collett-White)

 
<p>Pete Doherty toca no festival Hultsfred, na Su&eacute;cia, 12 de junho de 2008. Doherty foi indiciado nesta ter&ccedil;a-feira, 28 de setembro de 2010, por porte de coca&iacute;na. A acusa&ccedil;&atilde;o est&aacute; ligada a uma investiga&ccedil;&atilde;o sobre a morte, supostamente por overdose, de Robyn Whitehead. REUTERS/Jessica Gow/Scanpix</p>