Orquestra israelense deve tocar Wagner em festival

terça-feira, 5 de outubro de 2010 13:36 BRT
 

Por Ori Lewis

JERUSALÉM (Reuters) - Uma orquestra israelense deve ser o primeiro conjunto musical do Estado judaico a tocar em um festival alemão associado a Richard Wagner, um compositor admirado por Adolf Hitler e cuja música é tema de polêmicas em Israel.

A Orquestra de Câmara de Israel irá se apresentar em julho na cidade de Bayreuth, na Baviera, onde Wagner passou o período final de sua vida até sua morte, em 1883. Lá, ele construiu uma casa de óperas, criada para abrigar sua extensa obra.

Orquestras israelenses raramente tocam composições de Wagner, defendendo os sentimentos de sobreviventes do holocausto nazista, e a mídia estatal em Israel tende a manter suas obras fora do ar.

Sobreviventes do holocausto dizem que os judeus assassinados em campos de concentração nazista foram enviados a câmaras de gás enquanto a música de Wagner era tocada ao fundo. Orquestras de prisioneiros também eram forçados a tocar suas obras.

Apesar de Wagner, que escreveu textos anti-semitas, ter morrido meio século antes de Hitler chegar ao poder, o ditador nazista era um admirador fervoroso do compositor.

Tentativas de alguns músicos israelenses de tocar Wagner provocaram a saída de alguns espectadores em protesto, e desencadearam debates públicos.