Ex-namorada de Mel Gibson diz que temeu por sua vida

quarta-feira, 6 de outubro de 2010 14:33 BRT
 

NOVA YORK (Reuters Life!) - Oksana Grigorieva, ex-namorada de Mel Gibson, disse que o ator e diretor de Hollywood a maltratou e que ela temeu por sua vida.

"Pensei que ele fosse me matar", disse à revista People a modelo e cantora russa, sobre uma discussão na qual, afirmou, Gibson bateu nela enquanto ela estava com a filha bebê deles no colo.

Gibson e Grigorieva estão envolvidos em uma batalha acirrada pela guarda da filha.

Gibson se negou a ser entrevistado para a reportagem, disse a revista, mas nega o relato de Grigorieva.

Grigorieva, 40 anos, admite que fez gravações em áudio de telefonemas de Mel Gibson em que ele parece ameaçar sua ex-namorada, mas nega ter vazado as fitas para a imprensa.

Ela disse que Gibson frequentemente tinha acessos de ciúme e raiva, falava em suicídio e uma vez brandiu uma arma diante dela. Mas agora, disse a ex-namorada, "não estou com raiva dele".

A polícia de Los Angeles está investigando Grigorieva por possível extorsão e Gibson por suspeita de violência doméstica. Não foram formuladas acusações criminais.

Grigorieva e Mel Gibson, 54 anos, se separaram no início desde ano depois de terem uma filha, após o fim do casamento de 28 anos do astro de "Coração Valente".

 
<p>Mel Gibson e Oksana Grigorieva em estreia do filme "O Fim da Escurid&atilde;o" em Madri. A ex-namorada disse que o ator e diretor de Hollywood a maltratou e que ela temeu por sua vida. 01/02/2010 REUTERS/Juan Medina/Arquivo</p>