Acrópole é reaberta a turistas após protesto de trabalhadores

sexta-feira, 15 de outubro de 2010 10:52 BRT
 

ATENAS (Reuters) - Terminou nesta sexta-feira o bloqueio mantido por trabalhadores que durante dois dias impediu o acesso à Acrópole de Atenas. Os turistas puderam voltar a visitar o local, gratuitamente e com escolta policial.

Na quinta-feira, a polícia usou cassetetes e gás lacrimogêneo para dispersar cerca de 150 trabalhadores que desde a véspera impediam o acesso ao conjunto arqueológico mais famoso da Grécia. Eles reivindicavam pagamentos em atraso e a renovação dos seus contratos temporários de trabalho.

Na sexta-feira, dezenas de trabalhadores ainda protestavam em frente ao acesso principal. Como não havia ninguém na bilheteria, os turistas puderam entrar sem pagar.

"É uma frustração, porque esta é a joia da Grécia, e esta é a maior coisa pela qual estávamos esperando", disse a norte-americana Angela Soo, que esperou três dias pelo passeio.

O primeiro-ministro George Papandreou disse nesta sexta-feira ao Parlamento que o bloqueio à principal atração turística do país é um "tiro no pé". "Essas ações estão prejudicando o país, elas alimentam todos aqueles que apostam na derrota da Grécia, que estão esfregando as mãos alegremente."

Medidas de austeridade adotadas neste ano já afetaram portos e sítios arqueológicos, contribuindo para uma redução de quase 8 por cento no movimento de turistas.

A Grécia tem demitido funcionários temporários devido à necessidade de reduzir seu déficit, o que foi uma das condições do pacote de ajuda financeira oferecido em maio pela União Europeia e o FMI para evitar a quebra do país.

(Reportagem de Yiorgos Karahalis e Gina Kalovyrna)

 
<p>Turistas estrangeiros visitam a Acr&oacute;pole ap&oacute;s sua reabertura, seguindo o fim nesta sexta-feira o bloqueio mantido por trabalhadores que durante dois dias. 15/10/2010 REUTERS/Yannis Behrakis</p>