Carpinteiro que tentou matar Hitler terá monumento em Berlim

terça-feira, 19 de outubro de 2010 15:18 BRST
 

BERLIM (Reuters) - Um carpinteiro que tentou assassinar Adolf Hitler e pagou com sua vida será homenageado em breve com um monumento comemorativo em Berlim, mais de 70 anos após a tentativa de usar uma bomba contra o ditador nazista.

A cidade de Berlim divulgou planos para construir, no ano que vem, uma silhueta de aço do rosto de Georg Elser de 17 metros de altura no distrito de Mitte, na rua onde ficava o prédio administrativo de Hitler.

"Homenagear Georg Elser próximo ao centro de poder do Terceiro Reich é um ato de dignidade e representa um triunfo tardio", disse o secretário estadual de Cultura, Andre Schmitz.

Elser escondeu uma bomba dentro de um pilar na cervejaria de Munique onde Hitler realizaria um discurso no dia 8 de novembro de 1939.

Mas por causa da névoa, Hitler pegou o trem para voltar a Berlim ao invés de seguir de avião, e portanto saiu mais cedo da cervejaria -- 13 minutos antes do momento da explosão da bomba instalada por Elser.

Elser foi detido na fronteira com a Suíça na mesma noite, enviado a um campo de concentração, e morto em Dachau no dia 9 de agosto de 1945, semanas antes do fim da Segunda Guerra Mundial.

O artista belinense Ulrich Klages foi o criador do monumento, após vencer a competição "Memorial em Berlim para o Assassino de Hitler" realizada na Europa.

O memorial deve ser inaugurado no dia 8 de novembro de 2011, no 72o aniversário da tentativa de assassinato.