October 22, 2010 / 2:31 PM / 7 years ago

Anatomista alemão vende partes reais de corpos pela internet

3 Min, DE LEITURA

Por Michelle Martin

BERLIM (Reuters Life!) - Gunther von Hagens, um anatomista alemão famoso pela sua polêmica exposição "Os Mundos do Corpo", na qual ele exibe cadáveres plastinados, agora está vendendo pela internet partes de corpos humanos e de animais, até em forma de jóias.

A iniciativa provocou grande condenação de igrejas alemães, que o acusam de degradar a dignidade humana.

Um corpo inteiro no site www.plastination-products.com custa cerca de 70 mil euros (97.400 dólares). É possível comprar um busto a partir de 55.644 euros, e cabeças saem por 22 mil euros cada, excluindo-se o empacotamento e frete.

Para aqueles com menores condições financeiras, fatias transparentes de corpos estão disponíveis por 115 euros cada.

Mas essas partes corporais reais, que passaram pela plastinação, um processo que substitui a água e a gordura por plástico, para fins de preservação, não estão disponíveis para qualquer comprador.

Apenas "usuários qualificados" que entreguem provas escritas de que pretendem usar as partes humanas para pesquisa, ensino ou propósitos médicos podem fazer encomendas.

Pessoas que não se encaixam nessas categorias podem comprar reproduções de partes humanas reais, chamadas de "Vidro Anatômico" que o shopping online do website descreve como "impressões de alta resolução em acrílico de fatias originais do corpo".

Joias feitas a partir de corpos de animais, entre elas colares de partes de cavalos, pulseiras de rabo de girafa e brincos de pênis de touro, também estão disponíveis para compra do público em geral.

O shopping online enfureceu líderes da comunidade religiosa alemã. Em um comunicado conjunto, o bispo protestante Ulrich Fischer e o arcebispo católico Robert Zollitsch condenaram as vendas, que consideraram "quebra de um tabu".

Zollitsch afirmou que a "dignidade humana é sacrossanta - mesmo após a morte -, então o corpo humano não deve ser degradado e transformado em objeto de espetáculo ou um estoque de mercadorias."

Eles afirmaram que a "Alemanha não pode se tornar um centro de comércio de cadáveres".

Von Hagens, de 65 anos, está acostumado a polêmicas. Uma autópsia pública, realizada em frente a uma plateia, em 2002, foi televisionada e causou revolta popular, assim como sua viagem pela Alemanha, em 2004, com a exposição "Os Mundos do Corpo".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below