Clint Eastwood diz "não ser fã" de Obama

segunda-feira, 25 de outubro de 2010 11:18 BRST
 

LOS ANGELES (Hollywood Reporter) - O ator e diretor Clint Eastwood, ex-prefeito de Carmel, na Califórnia, diz que "não é fã" do atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Eastwood declarou a Katie Couric durante uma entrevista à CBSNews.com que Obama está fazendo o que pode para manter seu cargo, mas que não está de fato "governando".

Eastwood apoiou o rival de Obama, o republicano John McCain, nas eleições de dois anos atrás, mas o ator, conhecido por seu ativismo político, não é de direita.

Ele apoiou o candidato ao governo da Califórnia Gray Davis, um democrata, por exemplo, durante a campanha que buscou a revogação de seu mandato por voto popular. Davis foi substituído pelo republicano Arnold Schwarzenegger depois de ser rejeitado na votação.

De qualquer forma, posicionar-se publicamente contra Obama -- menos de duas semanas antes das eleições do dia 2 de novembro -- definitivamente coloca Eastwood dentro da minoria, enquanto Hollywood é famosa por sua tendência liberal.

No entanto, Eastwood está sendo discreto em comparação a outros em Hollywood que não apoiam Obama. Kelsey Grammar lançou recentemente o RightNetwork, por exemplo, e Jon Voight tem se pronunciado em manifestações do Tea Party.

E também existe o irmão de Ron Howard, Clint Howard, que está participando de comerciais online: um que critica as políticas tributárias de Obama, e outro mais recente do roteirista-diretor David Zucker, que ridiculariza o comentário da senadora Barbara Boxer "Eu trabalhei tanto para conseguir aquele cargo".

 
<p>Clint Eastwood na estreia do filme "Invictus" em Londres, em janeiro. O ator e diretor diz que "n&atilde;o &eacute; f&atilde;" do atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. 31/01/2010 REUTERS/Toby Melville/Arquivo</p>