Michael Jackson é a celebridade morta mais lucrativa, diz Forbes

segunda-feira, 25 de outubro de 2010 18:22 BRST
 

Por Michelle Nichols

NOVA YORK (Reuters Life!) - A morte repentina de Michael Jackson fez com que seus enlutados fãs botassem a mão no bolso e o transformassem na celebridade morta mais lucrativa deste ano, com um faturamento de 275 milhões de dólares, segundo um ranking divulgado na segunda-feira pela revista Forbes.

Jackson faturou postumamente mais do que a soma das outras 12 celebridades da lista. Ele morreu em 25 de junho de 2009, e na lista do ano passado ele já aparecia em terceiro lugar, com 90 milhões de dólares faturados.

Em segundo lugar na lista deste ano vem Elvis Presley, que morreu em 1977. Negócios como a cobrança de ingressos na mansão-museu de Graceland (Tennessee), um espetáculo do Cirque du Soleil e mais de 200 contratos de publicidade e licenciamento renderam 60 milhões de dólares ao seu espólio.

"O lugar de Jackson no topo da nossa lista de celebridades que mais lucram não é uma surpresa, devido ao renovado interesse dos fãs por sua música, seus vídeos e por tudo o que diga respeito a Michael Jackson", disse Lacey Rose, articulista da Forbes.

Jackson morreu aos 50 anos, vítima de uma overdose acidental de medicamentos, quando preparava uma turnê de retomada da carreira em Londres. Ele deixou três filhos e uma dívida de meio bilhão de dólares.

Mas seu espólio já gerou milhões de dólares desde a sua morte, a maior parte pela venda de discos, pelo filme-show "This Is It", por contratos para o lançamento de novos álbuns e por um espetáculo do Cirque du Soleil em Las Vegas.

Rose disse que o "Rei do Pop" ganhou no último ano mais do que Lady Gaga, Madonna e Jay-Z juntos.

Em terceiro lugar na lista da Forbes vem o escritor J.R.R. Tolkien (1892-1973), autor da trilogia "O Senhor dos Anéis", com um faturamento de 50 milhões de dólares. O desenhista Charles Schulz (1922-2000), criador dos personagens Charlie Brown e Snoopy, apareceu em quarto lugar, com 33 milhões de dólares.   Continuação...