Tyler Perry testa seu sucesso nas bilheterias com novo drama

quarta-feira, 3 de novembro de 2010 12:22 BRST
 

Por Christine Kearney

NOVA YORK (Reuters) - O diretor Tyler Perry vem obtendo enorme sucesso de bilheteria com as suas comédias, mas nesta semana ele terá pela frente um teste importante de popularidade com um drama sombrio chamado "For Colored Girls".

Diretor negro mais bem-sucedido dos Estados Unidos neste momento e produtor frequente de filmes adaptados das peças escritas por ele mesmo, Perry já faturou mais de 450 milhões de dólares nas bilheterias, principalmente nos EUA.

Mas o seu novo filme, "For Colored Girls", que estreia nos EUA na sexta, está radicalmente distante das comédias com as quais ele ganhou fama, entre elas "Diário de Uma Louca" e "Madea - Reunião de Família".

"For Colored Girls" aborda assuntos como abuso e aborto e foi adaptado da obra "For Colored Girls Who Have Considered Suicide When the Rainbow is Enuf", do poeta e dramaturgo Ntozake Shange.

"Esse foi o trabalho mais intimidador que eu já assumi", afirmou Perry a repórteres em uma coletiva de imprensa recente. "Eu o larguei muitas vezes".

Ainda que as histórias entrelaçadas de nove mulheres que enfrentam as lutas no dia-a-dia o tenham feito voltar ao passado, Perry atualizou a peça da década de 1970, utilizando mulheres negras que vivem em Nova York e enfrentam difíceis dilemas e decisões.

O elenco com grandes atrizes, como Janet Jackson, Whoopi Goldberg, Phylicia Rashad, Kerry Washington, Thandie Newton e Macy Gray pode ajudar a alavancar o potencial do filme nas bilheterias.

Perry, que produziu, dirigiu e escreveu o filme, disse que estava satisfeito com o trabalho final: "Eu fiz o melhor trabalho que poderia neste momento da minha vida".

Respondendo sobre se estava qualificado para dirigir o filme, ele disse: "Como um homem, é difícil entender várias dessas coisas, mas ouvir essas mulheres dizendo isso realmente mudou tudo".