ESTREIA-Espiões divertem em "RED-Aposentados e Perigos"

quinta-feira, 11 de novembro de 2010 14:14 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Bruce Willis, Morgan Freeman, Helen Mirren e John Malkovich são os veteranos do elenco de "RED - Aposentados e Perigosos". Há uma química muito interessante entre esses atores nesta comédia de ação que tem sido comparada a "Os Mercenários".

Comparação injusta - especialmente porque aqui ninguém aparece deformado de tanta cirurgia plástica ou aplicação de botox, como Sylvester Stallone naquele filme. E, para fazer justiça, "RED - Aposentados e Perigosos", que estreia em circuito nacional em cópias dubladas e legendadas, é bem mais divertido.

Esqueça o fiapo de trama que une esses personagens, porque não faz o menor sentido e nem é para fazer. Em linhas gerais, envolve uma perseguição a ex-agentes da CIA - interpretados pelo quarteto - que começa com Frank (Willis) fugindo de milhares de balas e levando a tiracolo uma telefonista, Sarah, interpretada por Mary-Louise Parker.

A vida dela, por sua vez, é tão vazia que ser sequestrada é um grande evento. Além disso, Sarah conhece os ex-colegas de Frank: Joe (Freeman), Marvin (Malkovich) e Victoria (Mirren). Todos ex-agentes com suas peculiaridades e uma história envolvendo um passado comum.

Robert Schwentke ("Te Amarei para Sempre", "Plano de Voo") dirige uma história que, às vezes, parece funcionar por conta própria, exagerando ao máximo na caricatura de seus personagens - o que não é, necessariamente, um problema, quando as piadas funcionam.

Malkovich interpreta um sujeito extremamente neurótico que identifica qualquer pessoa como um assassino em potencial, tornando-se, por isso, um alvo a ser eliminado.

Já Mirren e Brian Cox são um casal de ex-amantes - ela da CIA e ele, um russo da KGB - que têm alguns dos melhores momentos do filme, por conta da rivalidade e de acertos do passado que insistem em bloquear um possível reatamento. Enquanto isso, Willis recicla seu personagem mais famoso, John McClane, da série "Duro de Matar".

"RED-Aposentados e Perigosos" é exatamente aquilo que se propõe ser. E isso é raro hoje em dia em Hollywood: filmes dispostos a divertir sem qualquer outra pretensão.

Quem não gosta do gênero - tiros e correrias -, certamente não vai achar a menor graça. Mas, aos interessados, Willis & companhia têm algo a dizer e mostrar.

(Por Alysson Oliveira, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

 
<p>Bruce Willis promove seu filme "RED - Aposentados e Perigosos" em Berlin, em outubro. 18/10/2010 REUTERS/Tobias Schwarz</p>