November 16, 2010 / 3:17 PM / 7 years ago

Último Harry Potter será "como um filme de guerra", diz ator

3 Min, DE LEITURA

<p>Daniel Radcliffe (esq), Emma Watson e Rupert Grint (dir) na estreia de "Harry Potter e as Rel&iacute;quias da Morte: Parte 1". 15/11/2010Shannon Stapleton</p>

Por Mike Collett-White

LONDRES (Reuters) - Se "Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1" parece menos frenético que muitos sucessos da ficção, é apenas a calma que antecede a tempestade.

O elenco e a equipe da franquia descreveram "Relíquias da Morte - Parte 2" - a oitava e última parte da série Potter, prevista para chegar aos cinemas em julho de 2011 - como um filme de guerra. E, diferentemente da Parte 1, ela sairá em 3D.

"O último filme vai ser realmente agitado, com muita ação, como um filme de guerra", disse o ator britânico Daniel Radcliffe, de 21 anos, que faz Harry Potter.

Rupert Grint, que representa Ron, o melhor amigo de Harry, acrescentou:

"Algumas das cenas, onde há leitos hospitalares e pilhas de corpos por toda parte, são realmente de um novo nível para um filme de Harry Potter. Será um épico."

O estúdio Warner Bros. decidiu dividir em dois filmes o sétimo e último livro da autora J.K. Rowling sobre Harry Potter.

A Parte 1, lançada nos cinemas na sexta-feira mas que já tinha sido exibida para críticos e jornalistas, acompanha Harry, Ron e Hermione em sua missão para encontrar e destruir as horcruxes, chaves da imortalidade do maligno lorde Voldemort.

"Caos" No Set De Filmagens

Embora haja bastante ação na Parte 1, os atores disseram que tiveram mais templo para aprofundar seus personagens.

"Se tivéssemos feito este livro em um só filme, a parte que teria sido cortada teria sido a maior parte do que formou este filme", disse Radcliffe.

"Para mim, é a parte mais interessante da história, aquela em que os personagens se desenvolvem e mudam."

Mas ele acrescentou que, apesar do "silêncio e ritmo mais lento" de "Relíquias da Morte - Parte 1", esse foi "de longe o filme mais caótico para se trabalhar".

"Foi uma loucura. Sentimos a pressão de fazer deste filme o melhor, já que é o último."

Agora que as filmagens terminaram, os jovens atores que cresceram no set de "Harry Potter" e se tornaram astros famosos, além de milionários, finalmente estão tendo tempo para refletir.

"É uma sensação muito estranha", disse Grint. "Não sei bem como reagir. Parece que Harry Potter foi minha vida inteira. Agora que terminou, há uma sensação real de liberdade."

"Estou instigado. É uma perspectiva até assustadora. Passamos os últimos dez anos vivendo nesta espécie de bolha, e sair para o mundo real é até assustador."

Ele, Daniel Radcliffe e Emma Watson (Hermione) disseram que querem continuar atuando, embora Watson esteja estudando na Universidade Brown, nos EUA, e Grint esteja tirando um período de férias.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below